NotíciasOutros

9º Batalhão de Bombeiros Militar de Varginha alerta sobre Hand Spinner

Jessica Mesquita Silva

Brinquedo com rolamentos de aço à mostra pode provocar lesões alerta CB

O 9º Batalhão de Bombeiros Militar de Varginha emitiu mais um alerta sobre o Hand Spinner. O produto, que serve como um amenizador da ansiedade e do stress, caiu no gosto da criançada assim que foi lançado. Com as férias escolares em andamento, o aviso é reforçado com o objetivo de instruir pais, responsáveis e até as crianças sobre o uso adequado do produto – evitando acidentes.

De acordo com a assessoria de Imprensa do Batalhão há versões do brinquedo com rolamentos de aço à mostra. Tais modelos podem provocar lesões em caso de o dedo ficar preso no brinquedo.

Cuidados

Versões do brinquedo fechadas – sem acesso aos rolamentos – são mais indicadas

A primeira dica dada pelo Corpo de Bombeiros é verificar se o Hand Spinner tem o selo de liberação do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). A instituição realiza testes em produtos e fornece informações em relação à idade mínima adequada para se ter o brinquedo.

Para evitar acidentes, tais como ficar com o dedo preso nos rolamentos, o CB indica a compra de versões do brinquedo fechadas – sem acesso aos rolamentos.

Em casos de acidentes, a assessoria informa ainda que o ideal é levar a criança para o hospital mais próximo ou ligar para o 193.

Notícia anterior

Cocatrel comemora 56 anos de conquistas

Próxima notícia

Terra de campeões! Trespontano que é Vice no Pan-americano de Fisiculturismo Clássico, se prepara para novos desafios

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.