PolíticaQualidade de Vida / Saúde

Agentes de Endemias são nomeados pelo Executivo Treinamento dos novos servidores começou hoje; eles terão a missão principal de fiscalizar criadouros da dengue

Nomeação de Agentes de Endemias 1

Posse na sala de reuniões da Prefeitura com as presenças dos Agentes, Secretários e Prefeito Municipal

Dez pessoas aprovadas no Processo Seletivo da Prefeitura de Três Pontas para o cargo de Agente de Endemias, realizado em setembro de 2014, foram nomeadas na tarde de terça-feira (6), na sala de reuniões do Executivo Municipal.

Participaram do ato o Prefeito Paulo Luis Rabello, o Secretário de Saúde, Hermógenes Vanelli e a Secretária de Administração, Evânia Rocha Moreno.

A nomeação tem validade de um ano com possibilidade de prorrogação por igual período. Após a leitura da Portaria 2.372, de 6 de janeiro de 2015, feita pelo Prefeito Municipal, o Secretário de Saúde falou sobre a importância da função desenvolvida pelos Agentes de Endemias. Vanelli lembrou as responsabilidades com o cumprimento do trabalho – a ética e a honestidade – destacando que a saúde da população passa obrigatoriamente pelo trabalho bem realizado desses novos profissionais.

Depois, os dez nomeados assinaram alguns documentos e posaram para a foto com o Prefeito Paulo Luis e o Secretário Hermógenes.

Na manhã de hoje (7), os empossados se dirigiram à Secretaria Municipal de Saúde para receberem um treinamento. Hermógenes explicou que são necessários seis ciclos de vistoria de possíveis focos da dengue nos 23 mil imóveis do Município.

Nomeação de Agentes de Endemias 2

Secretário de Saúde e Prefeito tiram fotos com os Agentes de Endemias empossados

Os novos Agentes de Endemias são Joanita de Pádua Carvalho, Bianca Silva Lopes, Patrícia Aparecida Silva, Vanessa Carolino, Vitor Maurício Pereira, Susana de Paula Cândido, Leilaine Aparecida Nascimento, Rosimeire de Souza Lemos, Daiane de Fátima David Francisco e Lúria Luz Reis.

Atribuições

O Agente de Endemias trabalha com um olhar múltiplo para todas as zoonoses, enfocando o controle de doenças baseado, principalmente, nas mudanças do ambiente. Dentre suas principais funções estão:

  • realizar pesquisa larvária em imóveis para levantamento de índice, descobrimento de focos, armadilhas e pontos estratégicos;
  • realizar a eliminação de criadouros tendo como métodos de primeira o controle mecânico (remoção, destruição, vedação etc);
  • executar o tratamento focal e perifocal como medida complementar ao controle mecânico, aplicando larvicida ou adulticida conforme orientação técnica;
  • coletar exemplares de vetores em armadilhas ou em seu habitat natural;
  • observar a “ordem de serviços” para verificação dos produtos (categoria, prazo de validade, condições de uso) e os equipamentos necessários;
  • realizar cada serviço como momento único e singular, evitando retornos e reclamações;
  • abordar os moradores de forma cortês, identificando-se através do crachá, que deverá ser portado sempre em lugar visível;
  • dar oportunidade aos moradores para perguntas e solicitações de esclarecimentos;
  • orientar a população de forma clara e precisa;
  • dirigir-se ao encarregado e/ou coordenador quando houver dúvida técnica;
  • encaminhar ao serviço de saúde os casos suspeitos de dengue.

(Assessoria de Comunicação/Prefeitura Municipal de Três Pontas)

 

Notícia anterior

Protetores comemoram volta do Musical

Próxima notícia

Em Três Pontas, terça-feira foi de conserto de estragos deixados por temporal

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.