Livre AcessoUtilidade

Como adaptar sua casa para cadeirantes

É sempre bom o exercício de nos colocarmos em outras perspectivas e analisarmos o mundo à nossa volta com um olhar mais apurado e cuidadoso. Hoje trouxemos uma especial atenção para o dia a dia de um cadeirante e suas questões particulares de locomoção e acessibilidade, que envolvem acirrado envolvimento com o universo da arquitetura e do design como um todo. Em poucas palavras, vamos descobrir formas racionais de trazer a acessibilidade para dentro de casa, como também opções legais de tornar esse processo bonito e cheio de personalidade.

Se você é um cadeirante e gostaria de deixar a sua casa ainda mais elegante ou criativa, essas dicas poderão inspirá-lo(a) a trazer novidade e ao mesmo tempo solucionar questões básicas. Antes de tudo, para os mais desavisados, vale a pena conferir a norma brasileira ABNT NBR 9050, que rege todas as dimensões e tamanhos ideiais para facilitar o processo de adaptação de uma residência. Mas indo além, busque nessas ideias que trouxemos aqui algumas inspirações e toques imperdíveis para tornar esse processo gostoso e original!

RAMPAS PARA VENCER OS DESNÍVEIS – De acordo com as normas oficiais de acessibilidade, encontramos nas rampas a melhor forma de adaptar degraus ou desníveis, o que é essencial para a boa locomoção do cadeirante. 

PORTAS E CORREDORES LARGOS – O primeiro e mais importante passo é tornar as portas e corredores suficientemente largos, para permitir a locomoção sem obstáculos. 

ESPAÇO ENTRE OS MÓVEIS  Mesmo que você não tenha uma sala grande, vale a reflexão para trabalhar o layout dos móveis de forma cuidadosa. É necessário deixar espaço de circulação entre eles. E no caso de uma sala menor, a solução poderia ser remover a mesa de centro e, se possível, integrar a sala de jantar com a sala de estar. Quanto menos portas e paredes, mais iluminado o espaço fica e muito mais acessível e gostoso para todos.

ADAPTAÇÃO DO BANHEIRO  Para uma pessoa com locomoção reduzida, o banheiro é o ambiente de mais cuidado, pois necessita de adaptações precisas para garantir sua segurança e comodidade. 

ADAPTAÇÃO DA ÁREA DO BANHO – Na área do banho, o piso antiderrapante ajuda bastante, sendo primordial. Um banheiro adaptado também pode ser muito bonito com a escolha certa dos revestimentos e toques pessoais.

COZINHA FUNCIONAL  Lembre-se! Na cozinha, nada de uso diário deve ser disposto em armários altos demais, devendo aproveitar-se dos armários baixos sobre a pia, ilhas da cozinha e prateleiras ao alcance. A mesma coisa vale para os eletrodomésticos, que podem trazer beleza e funcionalidade, completando o look da sua cozinha.

INTEGRAR ESPAÇOS – Como dissemos anteriormente, integrar os espaços é uma boa forma de ganhar uns metros a mais e revolucionar o visual de sua casa. Derrubar as paredes entre as áreas sociais já é uma prática bastante difundia, em especial em pequenas casas e apartamentos. Nesse caso, pode trazer muito mais conforto ao cadeirante, além de deixar o visual perfeito.

ILUMINAÇÃO E AUTOMAÇÃO INTELIGENTE – Outra forma de agregar valor ao espaço adaptado para o cadeirante, é trazer para a casa a tecnologia ao encontro da beleza. Automatizar as luzes e outras necessidades, pode ser uma forma prática e ao mesmo tempo muito interessante de garantir um design inteligente.

HORA DO DESCANSO – No quarto, uma simples adaptação pode ser a de mover um pouco a cama, descentralizando-a. Assim, criamos o espaço ideal para a cadeira de rodas.

Colaboração: Bruno Máximo

LIGAÇÃO COM O EXTERIOR SEM DESNÍVEL – De uma forma geral, sempre que possível, é importante manter a casa totalmente sem desníveis. Nesse caso, entre as áreas internas e o quintal, um deck de madeira no mesmo nível, realiza uma sutil transferência.

Que tal testar em sua casa? Não Acreditamos em independência; o que nos torna úteis, é a nossa real autonomia…

(Fonte: http://www.casadaptada.com.br e ilustrações: Ilustrativa Net)

Notícia anterior

Direitos de quem mantém uma união estável

Próxima notícia

Papai, você é show de bola!

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.