NotíciasOutrosQualidade de Vida / Saúde

Contra a Poluição – Lixo eletrônico recolhido pela FlaMinas é entregue à Atremar

Arlene Brito

Em comemoração ao Dia Nacional Contra a Poluição (14/8), dirigentes do Clube de Regatas do Flamengo (RJ) propuseram às suas embaixadas e consulados de todo o país, a realização de campanhas de recolhimento de lixo eletrônico. Em Três Pontas, o movimento foi abraçado pela Embaixada FlaMinas.

Embora o embaixador Edilson Vitor da Silva, o popular “Dimel”, tenha anunciado que o fim da campanha seria em 20 de agosto, muitas pessoas continuaram entregando os eletrônicos que não usavam mais. Assim, ele estendeu o prazo até a manhã de terça-feira (29).

Embaixador Edilson “Dimel” (centro) com associados da Atremar

À tarde, acompanhado do irmão Elcio, o embaixador levou até a Associação Trespontana dos Catadores de Materiais Recicláveis (Atremar) toda a arrecadação, que incluiu até dois videocassetes em perfeito estado. “Ficamos encantados com a recepção dos catadores. Levamos bastante coisa: CPUs, antena, pilhas, peças sucateadas de automóveis, enfim, nossos amigos aderiram ao movimento e ajudaram a FlaMinas limpar o ambiente e gerar renda para esses trabalhadores. Fiquei muito contente com a adesão”, comenta “Dimel”.

O embaixador flamenguista conta que até o momento vários trespontanos se dirigem ao “Ninho do Urubu” – sede da FlaMinas levando lixo eletrônico. Ele orienta que – a partir de agora – a entrega seja feita direta à Atremar, inclusive, nos dias da coleta seletiva.

Notícia anterior

Grupo Morena recebe vídeos de crianças cantando música classificada no Fenac e resolve fazer surpresa

Próxima notícia

Farmácias de Plantão em Três Pontas

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.