Esporte

Copa MG de Natação: TOC é o segundo melhor da Região Sul Nadadoras trespontanas conquistam 8 medalhas na última fase do evento esportivo; Troféu Eficiência na Pré-Mirim também veio para cá

A cidade de Conselheiro Lafaiete sediou sábado (22) e domingo (23) a sexta e última fase da 5ª edição da Copa Minas Gerais de Natação. Estiveram presentes 640 nadadores representantes de todo o Estado.

Devido aos custos com inscrição, transporte, alimentação e hospedagem, o Trespontano Olímpico Clube participou com apenas três atletas. Apesar do pequeno número em comparação a outras escolas de natação, o TOC e Três Pontas foram muito bem representados. Da final vieram oito medalhas.

Mikaella Paula Vitor conquistou o 1º lugar 100m nado peito, categoria Petiz 1. Nicolly Scalioni Amâncio foi duas vezes 2ª colocada nos 50m costas e borboleta e ainda subiu ao pódio para receber a medalha de 3ª posição 50m nado livre. A nadadora estava inscrita na categoria Petiz 1.

Quem também defendeu o TOC foi Luisa Botrel Gonçalves que alcançou o 1º lugar 50m nado borboleta. Ainda pela Pré-Mirim, a garota foi 2ª colocada nas provas de 100m livre, 50m nado costas e 50m nado livre.

Copa MG Natação Final 16Luisa se destacou ainda ao receber o Troféu Eficiência. Foi ela quem mais pontuou na categoria Pré-Mirim durante toda a 5ª Copa.

O TOC participou das últimas três edições e esta foi a mais árdua. Isto na opinião da Presidente do Clube e Professora da Escolinha de Natação, Renata Caliari Andrade Rabello. Segundo ela, a dificuldade superou a Copa Brasil disputada este ano em Juiz de Fora.

“Todas as crianças nadaram em mais de uma série. Nadavam 20 crianças para tirar o 1º, 2º e 3º lugares. Então fiquei muito satisfeita com o desempenho dos atletas do nosso Clube. Acho que eles foram muito bem”, comenta, deixando transparecer satisfação.

Durante dois anos, o TOC ficou em 3ª colocação no campeonato pela Região Sul, integrada pelos municípios de Três Pontas, Elói Mendes, Paraguaçu, Alfenas, Pouso Alegre, Três Corações e Varginha. “Eu falei com as crianças que também gostaria de subir um degrau a mais no pódio e elas cumpriram o papel. Nós ficamos em 2º lugar e esta foi uma grande melhoria”, avalia a Professora.

Ainda de acordo com Renata Rabello, os alunos estão super contentes porque a soma de um ano inteiro de esforço resultou neste avanço.

Na sexta-feira (21), durante Congresso Técnico, a Presidente do TOC e os atletas agradeceram à MG Eventos Esportivos Ltda., através do proprietário Djalma. “Com a Copa, ele conseguiu ressuscitar a natação em Minas. Sempre trabalhei com escolinha e chega um nível em que as crianças não têm mais motivação porque é um esporte individual, repetitivo, cansativo. Agora, os alunos estão animados e já tem gente falando em competir no ano que vem. Nossa intenção é conseguir patrocínios porque muitos alunos não foram pela condição financeira. A gente tenta, então, motivar. Para eles é bom também porque agrega aprendizado e para o Clube este resultado nos faz ser vistos aqui e lá fora com bons olhos”, detalha Renata.

Pela Região Sul, a liderança ficou com Pouso Alegre e o 3º lugar foi para Ouro Fino.

À parte

Alguns outros trespontanos bastante conhecidos no meio esportivo participaram da fase final, disputada no Clube Recreativo Dom Pedro II. Fica, assim, o reconhecimento para “Xandão”, “Beto Legal” e Marcelo que competiram pela Máster.

 

 

 

Notícia anterior

Campanha para um Natal mais Feliz pretende beneficiar crianças do Naca III

Próxima notícia

Campanhas de Vacinação Infantil devem ser encerradas sexta-feira

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.