Utilidade

Correios já estão à espera de padrinhos para o Natal Segundo agência central, em Três Pontas 100 crianças deverão ser beneficiadas pela Campanha; adote a sua cartinha

Natal dos Correios 25 anos 1Há 25 anos, os Correios com a ajuda da sociedade realizam o sonho de Natal de milhares de crianças em todo o Brasil. E mais uma vez a empresa espera o apadrinhamento de cartas, ação que torna o final de ano mais alegre e menos desigual para meninas e meninos carentes.

Antes, as cartinhas eram postadas diretamente nas agências, mas em 2010 a estratégia mudou. Desde então, o Papai Noel dos Correios volta sua atenção às escolas públicas, creches e abrigos que atuam com crianças em situação de vulnerabilidade social. As correspondências dos baixinhos são selecionadas pelo estabelecimento beneficiado pela Campanha e as agências se encarregam de encontrar os colaboradores.  

Para o Natal de 2014 em Três Pontas, a parceria foi firmada com a Escola Municipal Professora Nilda Rabello Reis – Caic.  Ao todo, 100 crianças – de idades menores – serão agraciadas pelo movimento, considerado um dos maiores em termos de solidariedade natalina do País.

Quem puder colaborar e, assim, “tirar um sonho do papel” já pode procurar pela agência (Rua Dona Isabel, 73 – Centro; de 8h30min às 17h; de segunda a sexta-feira). O apadrinhamento vai até 3 de dezembro.

Os presentes também deverão ser entregues no mesmo local, porém, até o próximo dia 5. A visita do Papai Noel dos Correios de Três Pontas aos alunos selecionados do Caic acontecerá em data a ser marcada.

Vale destacar que mais uma vez, a unidade trespontana conta com o apoio dos DeMolays. 

Saiba mais

A Campanha tem como principal objetivo responder às cartas das crianças que escrevem ao Papai Noel e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Nos últimos três anos, em todo o País, foram recebidos 3,1 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Desse total, 1,9 milhões atendiam aos critérios da Campanha e quase 74% foram adotadas, o que equivale a 1,4 milhão de cartas.

Além de alimentar o sonho da existência do Bom Velhinho e de ostentar o caráter solidário, a iniciativa trabalha várias ações, tais como, a de desenvolver a habilidade da redação de carta, endereçar e usar corretamente o CEP.

PadrinhosNatal dos Correios 2

Disseminar o encantamento natalino por meio da Campanha só é possível com a ajuda dos mais de 120 mil empregados dos Correios e da sociedade brasileira que podem participar atuando como padrinhos. Os padrinhos são aqueles que adotam as cartinhas, providenciando os presentes solicitados pelas crianças.

Cuidados

Os Correios não entregam cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais indicados pela empresa. No caso de Três Pontas, unicamente na agência central.

Os presentes relativos às cartas adotadas são entregues pelos padrinhos nos pontos divulgados pelos Correios para que posteriormente a entrega seja feita pela Empresa de Correios e Telégrafos (ECT). Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é informado ao padrinho.

 (Artes: Divulgação / Correios; Página Principal: Descubra o Mundo)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícia anterior

Conscientização sobre o câncer de próstata ganha adesão de segmentos trespontanos

Próxima notícia

Segurança no trabalho é assunto de semana especial na Santa Casa de Três Pontas

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.