Outros

Devotos movimentam a Terra do Padre Victor

A expectativa era a de que 50 mil pessoas visitariam Três Pontas neste 23 de setembro, data em que se comemora o Aniversário de Morte de Padre Victor, considerado “Santo” por devotos do Sul de Minas e de inúmeras outras localidades brasileiras. Muita gente antecipou a viagem e já no domingo foi registrado grande movimento dos romeiros.

Quem veio para o dia da Festa assistiu missa. Foram 11 ao todo, começando pela Capela do Padre Victor, na região rural da Faxina. As visitas ao túmulo, no interior da Matriz D’Ajuda também fizeram parte da trajetória. Na fila, aos fiéis foi servida água gelada, uma cortesia que ajudou a enfrentar o forte calor. Do outro lado da Praça, a fila se formou para o tradicional cafezinho, de graça. Neste ano foram distribuídos leite com café e pão recheado com manteiga ou carne moída.

Os devotos tiveram ainda a opção de registrar missas e graças e de conhecer ou rever os objetos que pertenceram ao Venerável. O acervo fica no Memorial Padre Victor. Muitos outros, depois de rezar, levaram para casa flores que ornamentaram a Herma – monumento em homenagem ao ilustre líder religioso que fica em frente à Matriz por ele construída.

Confessar, buscar água na Mina do Parque Multiuso, conhecer o artesanato local e fazer compras na Feira dos Camelôs completaram o roteiro daqueles que vieram agradecer ou pedir novas bênçãos.

Oficialmente, as comemorações dos 109 anos de Morte do Venerável Padre Victor começaram no dia 12 com Celebração Penitencial e se encerram hoje, quarta-feira (24), ao meio dia com o fechamento das barracas na Avenida Oswaldo Cruz.

DSC01914“Mesmo sendo dia de semana, a nossa Praça está cheia, em todas as missas a Igreja está bombando de gente. Isso significa que a devoção ao Padre Victor não esmorece, mas cresce porque os santos aos olhos de Deus já estão na glória e aos olhos das pessoas crentes são aqueles que intercedem por nós, então, viva o Padre Victor”, comentou Dom Frei Diamantino Prata de Carvalho.

O bispo da Diocese da Campanha celebrou missas, cumprimentou os fiéis e recebeu a imprensa local e regional, afirmando sempre que “o importante é servir ao povo e servir com alegria”. Nas pregações, enfoque para as Eleições 2014. “O voto não tem preço, mas tem compromisso, então, temos que votar consciente após examinar os bons programas e aí, então, votar naqueles que acharmos os melhores”, aconselhou.

Festa transcorre sem incidentes graves

De acordo com o comandante da Polícia Militar de Três Pontas, tenente Bruno Neves, a Festa foi tranquila. EmboraDSC01948 o serviço de som instalado no Coreto insistisse para os cuidados com os aproveitadores, teve quem se descuidou e acabou furtado. Perdas de documentos pessoais também estiveram entre os poucos registros. O tenente informou que as ocorrências ficaram abaixo das registradas em anos anteriores.

Ao efetivo, juntou-se o reforço da sede do Batalhão de Varginha com a finalidade de trazer a segurança para os romeiros. Também deram apoio o Corpo de Bombeiros, a Guarda Civil Municipal, seguranças particulares contratados pela Associação Padre Victor. Ainda colaboraram na recepção aos devotos e romeiros inúmeros trespontanos, dentre eles o grupo de Socorristas Voluntários e vários profissionais da saúde.

 

 

Notícia anterior

Especial - Graças a Jesus, graças a Padre Victor Delson Mesquita é o “nosso ressuscitado”

Próxima notícia

Varginha sedia primeiro evento de Comunicação Social da região

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.