OutrosPolítica

Diálogo: ONG Amor Animal, Vigilância Sanitária e Executivo Municipal discutem situação dos cães de rua Prefeito de Três Pontas se compromete a aumentar número de castrações e realizar repasse para ajudar trabalhos dos voluntários

ONG Amor Animal e Executivo Discutem Situação de Animais de Rua 1

Vice-Prefeito Erik, Prefeito Paulo Luis, Presidente da Ong Ana Cláudia e Coordenador da Vigilância Sanitária, Fábio da Silva Fonseca discutem formas de solucionar o problema de cães e gatos abandonados em Três Pontas

Na tarde de segunda-feira (12), a Presidente da ONG Amor Animal, Ana Cláudia Brito Abreu, esteve no gabinete do Prefeito Paulo Luis Rabello (PPS), para discutir a atual situação dos cães que estão soltos pelas ruas de Três Pontas, causando desconforto a alguns moradores. Também participaram da reunião, o Vice-Prefeito Erik dos Reis Roberto (PSDB) e o Coordenador da Vigilância Sanitária, Fábio da Silva Fonseca.

Com relatório sobre a quantidade de castrações realizadas pela Prefeitura em mãos, o Prefeito explicou a situação do Programa de Castração Municipal, suas conquistas e obstáculos. Logo em seguida, definiu que irá dobrar o número de castrações que agora será feita por dois veterinários – e não um como anteriormente – da Prefeitura Municipal. No ano de 2014 foram realizadas 305 castrações, mas é necessário um número maior para amenizar o problema. Segundo a ONG, a meta estimada é de 60 cirurgias mensais.

Além disso, Paulo Luis comentou que será feito um repasse à ONG para que também a Organização sem fins lucrativos, através dos seus voluntários, possa providenciar esterilizações e ainda conscientizar a comunidade sobre a importância da posse responsável e sobre as penalidades previstas para quem maltrata ou abandona animais.

“É de extrema importância a parceria entre o Executivo Municipal e ONG’s. São esses movimentos sociais que estão na linha de frente, enfrentando as dificuldades do dia a dia, portanto, eles conhecem bem os problemas e as melhores formas de saná-los”, comentou o Prefeito, se colocando à disposição da “Amor Animal”.

Para a ONG, então representada pela Presidente Ana Cláudia, é indispensável o envolvimento dos vários setores da sociedade trespontana na busca de ações concretas e eficazes que levem à solução para o controle populacional de cães e gatos nas regiões urbana e rural do Município, consequentemente, que resolvam o problema da quantidade de cães errantes em locais públicos.

 (Fontes: Assessoria de Imprensa/Prefeitura Municipal de Três Pontas e ONG Amor Animal)

 

 

 

 

Notícia anterior

Rodovia MG-167: 13 primeiros dias do ano, três acidentes com três vítimas fatais

Próxima notícia

“Carnaval Trespontano Uma Viagem de Alegria”

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.