OutrosPolíticaQualidade de Vida / Saúde

Emater-Três Pontas apresenta relatório de atividades de 2014

Emater Três Pontas Apresenta Balanço Atividades 2014 1

Funcionários da Emater-Três Pontas durante visita ao Prefeito Paulo Luis para apresentação do balanço de atividades e resultados de 2014

A equipe trespontana da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), esteve no gabinete do Prefeito Paulo Luis Rabello para entregar um relatório de todos os trabalhos desenvolvidos e para apresentar os resultados alcançados em Três Pontas durante o ano de 2014.

Eles também agradeceram a sólida parceria com a Prefeitura Municipal de Três Pontas, afirmando estar sempre ao lado da Empresa, dos agricultores, Poder Legislativo e demais entidades ligadas ao setor agropecuário, através de ações de assistência técnica e extensão rural. Ainda segundo a equipe, essa parceria também ajudou a Emater-MG a dinamizar e fortalecer o setor agropecuário, gerando resultados expressivos na economia e qualidade de vida da população rural e urbana do Município.

A Emater-MG está presente no meio rural e na vida dos mineiros há 66 anos, com ações voltadas para a produção e a oferta de alimentos, a geração de renda, e a melhoria da qualidade de vida das famílias rurais. Ela é uma empresa vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais e junto com o poder público municipal, estadual e federal é responsável pela implementação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento rural sustentável. A Emater-MG conta com mais de 2.000 profissionais, que atendem 400 mil agricultores nos 789 municípios do Estado  em que a instituição está presente.

Em Três Pontas, a atividade agropecuária se destaca pela sua importância social, econômica e ambiental, contribuindo de forma expressiva para a criação de oportunidades de trabalho e renda. Alguns produtos que se destacaram no Município em 2014 foram o café (280.000 sacas), milho (6.000 toneladas), soja (3.750 toneladas), feijão (360 toneladas) e hortifrutigranjeiros (5.200 toneladas). Segundo o IBGE de 2011, o segmento agropecuário representa 18,56% do PIB trespontano.

Além da parceria com a Prefeitura Municipal de Três Pontas, para os beons resultados apresentados recetemente ao Poder Executivo, foi necessário envolvimento e o compromisso da equipe da Emater-MG, formada por três Extensionistas Agropecuários: Luiz Eustáquio de Carvalho, Cosme Vitor de Loredo e Marcelo Dias Tardioli, uma Promotora de Bem Estar Social, Elaine Guimarães de Souza e da Servente Maria Avelina de Jesus.

Algumas atividades e resultados gerados pela Emater-MG em Três Pontas no ano de 2014

Apoio e Elaboração do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) possui duas finalidades básicas: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar.

O PPA foi oficializado no Município com publicação no Diário Oficial da União em 22 de outubro de 2014, conforme o Termo de Adesão nº1572/2014 do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Para o alcance desses dois objetivos, o Programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

O PAA também contribui para a constituição de estoques públicos de alimentos produzidos por agricultores familiares e para a formação de estoques pelas organizações da agricultura familiar. Além disso, o Programa promove o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos; fortalece circuitos locais e regionais e redes de comercialização; valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos; incentiva hábitos alimentares saudáveis e estimula o cooperativismo e o associativismo.

Emater Três Pontas Apresenta Balanço Atividades 2014 2

Compra direta de produtos da agricultura familiar estimula o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades

Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), implantado em 1955, contribui para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis, por meio da oferta da alimentação escolar e de ações de educação alimentar e nutricionais.

O orçamento para o programa nacional em 2014 foi de R$ 3,5 bilhões, para beneficiar 43 milhões de estudantes da educação básica e de jovens e adultos. Com a Lei nº 11.947, de 16/06/2009, 30% desse valor – ou seja, R$ 1,05 bilhão – deve se investido na compra direta de produtos da agricultura familiar, medida que estimula o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades.

A equipe trespontana da Emater-MG participou da elaboração e do acompanhamento de produção em um total de 13 projetos que beneficiaram mais de 11.500 alunos.

Crédito Rural

O crédito rural é um financiamento destinado a produtores rurais e cooperativas ou associações de produtores rurais. Seu objetivo é estimular os investimentos e ajudar no custeio da produção e comercialização de produtos agropecuários.

Para conseguir o crédito, o tomador deve ser idôneo, apresentar um projeto, plano ou orçamento nos bancos e cooperativas integrantes do Sistema Nacional de Crédito Rural. A Emater Três Pontas emitiu 60 declarações de aptidão e elaborou 253 projetos de crédito, alcançando mais de R$ 4 milhões de crédito rural disponibilizados para o Município.

Certifica Minas Café

E Emater de Três Pontas certificou 26, de um total de 68 propriedades participantes do projeto Certifica Minas Café, que incentiva o equilíbrio entre produção e meio ambiente. O cafeicultor tem de cumprir 95 itens para conseguir a certificação de sua propriedade. Por meio do programa os produtores aprendem a fazer uma gestão mais eficiente da propriedade e desenvolvem ações de preservação ambiental.

O cafeicultor também tem que adotar diversos procedimentos para a conservação e preservação da água e do solo. Dentre eles estão a manutenção da vegetação entre as linhas do cafeeiro, a construção de caixas de contenção de enxurradas e a realização de roçadas para controle do mato. Essas práticas melhoram a infiltração da água no solo e diminuem o seu escoamento superficial. Além disso, aumentam a diversidade biológica da propriedade e evitam a erosão.

Emater Três Pontas Apresenta Balanço Atividades 2014 3

Entre os trabalhos estão cursos que visam agregar valor ao produto e à atividade agrícola ao ensinar, por exemplo, como processar os alimentos e beneficiar a produção

Agregação de Valor à Produção

A equipe da Emater-MG ajudou também a ampliar a renda das famílias rurais, oferecendo cursos e técnicas de alimentos processados, agroindústrias e beneficiamento de produção. Hoje, seis agricultores estão processando a produção, seis agroindústrias estão instaladas e 26 agricultores beneficiam a sua produção.

Artesanato

A Empresa também oferece alternativas para a ampliação da renda familiar, como o artesanato. Com a realização de uma oficina, pela Emater-MG, dois artesãos passaram a ser assistidos e oito artesãos foram qualificados em produção artesanal e gestão.

Agricultura Urbana

Em parceria com a Secretaria de Ação e Promoção Social do Município, foram promovidas ações para a inclusão social, segurança alimentar e nutricional da população urbana, junto a 52 famílias urbanas atendidas, além de apoio e assessoria em hortas urbanas, escolares e comunitárias. 

Preservação e Conservação Ambiental

Ao todo, 830 pessoas do meio rural e urbano foram orientadas sobre a educação ambiental e práticas de conservação de solo e água. Trinta agricultores orientados em produção agroecológica e 370 famílias orientadas sobre saneamento ambiental: lixo e esgoto. Sete nascentes foram protegidas com a ajuda da Emater de Três Pontas.

Desenvolvimento dos Territórios da Cidadania

O Territórios da Cidadania tem como objetivos promover o desenvolvimento econômico e universalizar programas básicos de cidadania por meio de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável. Em Três Pontas, 75 cidadãos participaram dos seis eventos técnicos realizados (cursos, oficinas, reuniões, excursões, dias de campo e encontros). Com esse projeto, 43 agricultores familiares foram assistidos. Além disso, houve a elaboração de 40 diagnósticos das propriedades rurais.

Emater Três Pontas Apresenta Balanço Atividades 2014 6

Apresentação de soluções simples para o homem do campo durante a Expocafé – maior evento do agronegócio café do País

XI Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

Oito agricultores enviaram amostras para o XI Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. Esse concurso contribui para a melhoria da qualidade de vida do cafeicultor e da sociedade mineira, agregando valor e distribuição de renda na Cadeia Produtiva do Café.

Diversificação da Produção Agrícola do Município

Introdução de novas tecnologias, melhoria da renda e qualidade de vida dos agricultores familiares.

2º Seminário de Piscicultura do Lago de Furnas

Mobilização e apoio na realização do evento que traz alternativas de renda para o pequeno e médio produtor rural.

Programa Nacional de Habitação Rural – PNHR/CEF

Foram construídas mais 13 unidades no Município de Três Pontas, com apoio da Emater-MG na identificação, enquadramento e levantamento geográfico das propriedades.

Expocafé 2014

Foram cadastrados 825 visitantes no estande da Emater-MG onde houve exposição de tecnologias acessíveis aos agricultores familiares.

(Assessoria de Imprensa – Prefeitura Municipal de Três Pontas)

 

Notícia anterior

Farmácias de Plantão em Três Pontas nesta Sexta-Feira Santa

Próxima notícia

Rede supermercadista mantém preços mesmo com crise econômica

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.