Qualidade de Vida / Saúde

Empresa comemora resultado de programa de emagrecimento Graças ao “Medida Certa” funcionários do Café Padre Victor estão mais magros e saudáveis

 

Já se foram quase 60 quilos de gordura eliminados e 110 centímetros de cintura perdidos. É o que mostra o gráfico de fechamento dos primeiros seis meses de trabalho voltado ao emagrecimento saudável implantado no começo do ano na empresa Café Padre Victor, em Três Pontas.

Vanessa Diniz aprova o Programa que visa promover a saúde e que, ao mesmo tempo, gera mais participação e integração dos funcionários

Vanessa Diniz aprova o Programa que visa promover a saúde e que, ao mesmo tempo, gera mais participação e integração dos funcionários. Pelo balanço do primeiro semestre, equipes perderam quase 60 quilos e 110 centímetros de cintura

Também através do “Medida Certa”, um grupo já registrou melhoras quanto ao nível de colesterol e de triglicérides. Ponto ainda para o combate ao diabetes e ao hipertireoidismo, doenças que silenciosamente se instalavam decorrentes, entre outros fatores, de hábitos de vida nada recomendados.

“É incrível como a gente olha para uma pessoa e acha que está tudo bem quando na verdade tem tanta coisa para consertar”, diz a diretora de Marketing e Vendas, Adriene Vilela Miranda. Ela conta que se assustou porque os primeiros exames revelaram muitos obesos, muitos com sobrepeso e pouquíssimos colaboradores com peso ideal. Em números era preciso acabar com mais de 200 quilos e 4 metros de cintura, além de contornar outros males. “Nossa preocupação não é ter aqui pessoas saradas de físico bonito, mas pessoas saradas de saúde”, completa.

Para cumprir mais um desafio da responsabilidade social, uma das missões do Café Padre Victor que acaba de completar 41 anos, a diretora direcionou verba de Marketing à contratação da nutricionista Amanda Amâncio Miranda. É ela quem, periodicamente, realiza as medições da gordura corporal e pesagens, quem ministra as palestras, orienta sobre as dietas e chama a atenção para a importância da atividade física regular. Além de arcar com a remuneração da profissional, todas as despesas com exames laboratoriais do Programa são pagas pela empresa.

A diretora de Marketing e Vendas analisa que apesar de toda a viabilização, o “Medida Certa” só caminha para o sucesso porque os funcionários quiseram tirar proveito da oportunidade. Livre, a adesão aconteceu em massa e todos os 40 colaboradores participam. Divididos em três grupos – sendo internos, vendedores e entregadores – eles procuram inserir as recomendações específicas para cada turma à rotina diária. E para incentivar ainda mais existe uma competição. “O grande problema de tratamentos de longo prazo é a motivação. Quando se está sozinho em certa hora você perde o entusiasmo. Com a gincana um cobra do outro e, assim, todos procuram continuar. No momento os internos estão com o resultado melhor e o funcionário que mais emagreceu com saúde no primeiro semestre ganhou uma premiação para comprar uma caixa de…alface!”, conta com bom humor Adriene Miranda.

Há três anos atuando como suporte de Vendas, Vanessa Vieira Diniz, tem contato diário com vendedores e entregadores além, é claro, da convivência com os colegas que dividem a sede, no centro da cidade. Ela diz que o andamento da dieta é assunto que antecede os de trabalho. “O Programa está dando muito certo, todos estão animados com a competição e principalmente estão animados em ver o quanto estão melhorando no aspecto saúde”. Outro detalhe positivo, aponta, é que a participação reflete em maior integração.

Vanessa observa ainda que o “Medida Certa” veio em boa hora, sobretudo, para os homens. Isso porque, acredita, eles são mais arredios às consultas médicas. Segundo a funcionária, houve quem confessasse que há cinco anos não realizava sequer um exame de sangue e com o início do Programa acabou detectando consideráveis alterações em seus organismos.

A mudança de hábito se torna realidade dentro e fora da empresa. Na mesa do café são encontrados pão integral, biscoito sem queijo e frutas; o açúcar saiu para a chegada dos adoçantes. Já quem estava acostumado aos fartos cardápios de restaurantes confessa que para resistir segue dicas simples da nutricionista, por exemplo, começar pela salada e evitar refrigerantes. “Eles estão levando tão a sério que muitos tomam apenas água e, detalhe, meia hora após as refeições. Estão de parabéns”, finaliza Vanessa Diniz.

O Programa “Medida Certa” do Café Padre Victor será encerrado em 13 de dezembro, mas é possível que uma nova ideia surja para manter a equipe em forma.

graf

Pelo balanço do primeiro semestre, equipes perderam quase 60 quilos e 110 centímetros de cintura

 

 

Notícia anterior

Não há mais notícias.

Próxima notícia

Os panos de prato da Vó Cida

rsadmin

rsadmin