Educação / Cultura / LazerNotícias

Escola “Marieta Castro” promove desfile enaltecendo a beleza negra em TP

Jessica Mesquita Silva

Na última sexta-feira (24), a Escola Estadual “Professora Marieta Castro” promoveu um desfile enfatizando a diversidade racial. A atividade fez parte da Semana de Educação para a Vida e teve o objetivo de  comemorar o Dia da Consciência Negra, 20 de novembro.

De acordo com a especialista de Educação Básica e supervisora Pedagógica da instituição de ensino, Dálete de Souza Maia Vicentini, os trabalhos desenvolvidos na Escola “Marieta Castro” buscaram valorizar a cultura negra e seus afrodescendentes e afro-brasileiros, redescobrir a cultura negra, desmitificar o preconceito relativo aos costumes religiosos da cultura africana, promover discussões através de rodas de conversa e construir conhecimentos sobre as tradições, crenças e maneiras de se vestir.

O desfile

No encerramento da Semana de Educação para a Vida, o desfile foi o auge das atividades. Na oportunidade, os candidatos foram avaliados pelo seu traje, simpatia, postura e expressão oral. Confira os campeões a seguir.

Turno matutino

Feminino

1º Lugar: Graziele de Moura Chaves

2º Lugar: Naomi Keity Dias Antônio

3º Lugar: Leiliane de Morais

Masculino

1º Lugar: Jonathan da Silva Santos

2º Lugar: Matheus Gabriel Esteves da Silva

3º Lugar: Jackson de Oliveira de Jesus Camilo

Turno vespertino

Feminino

1º Lugar: Maria Eduarda Alves

2º Lugar: Maria Clara Balduino Oliveira

3º Lugar: Emily dos Santos Balbino

Masculino

1º Lugar: Pedro Lucas de Paula Silva

2º Lugar: Willian Carlota de Souza

3º Lugar: Luis Miguel Vítor

Apresentação de capoeira também fez parte do encerramento

Além do desfile, a sexta-feira contou com apresentação de capoeira, de danças e de música. Os presentes puderam ainda conferir de perto uma exposição com objetos referente à cultura negra.  

Semana de Educação para a Vida

A Semana de Educação para a Vida foi estabelecida pela Lei 11.988/2009 e estipula a criação de um período (20 a 24 de novembro) para realizar atividades pedagógicas nas escolas estaduais de Minas Gerais.

Segundo Dálete Vicentini, a Escola “Marieta Castro” teve autonomia para planejar e realizar as atividades seguindo o projeto político-pedagógico. “Estendemos os trabalhos por todo o mês de novembro”, explicou.

(Fotos: Escola Estadual “Professora Marieta Castro”)

Notícia anterior

Credores e devedores buscam conciliação e evitam que casos cheguem à Justiça

Próxima notícia

Três Pontas ganha novos 24 filhos honorários

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.