Outros

Gerente Regional visita Agência do Ministério do Trabalho em Três Pontas Na oportunidade, balanço das atividades de 2014 é apresentada à sociedade

Representantes de órgãos públicos, de entidades sindicais e de escritórios de Contabilidade foram convidados para a primeira de uma série de reuniões que o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por intermédio da Agência de Três Pontas, pretende fazer no Município.

O encontro, terça-feira (14), teve o objetivo principal de mostrar à sociedade as atividades desenvolvidas e os resultados obtidos nos primeiros nove meses deste ano. Aproveitando o momento, a ideia era falar ainda sobre os planos para o desenvolvimento das ações até o fechamento de 2014 e, mediante a presença do Gerente Regional do Trabalho e Emprego de Varginha, Mário Ângelo Vitório, expor também as demandas.

Ministério do Trabalho Igor“As agências ficam em cidades menores, subordinadas a uma regional, no nosso caso Varginha. O nosso Gerente tem feito visitas a todas para verificar as atividades e o que precisa ser feito para um atendimento melhor à população e para promover melhor suporte aos funcionários”, explicou o Chefe Substituto, Igor Machado Rios.

Num primeiro momento, houve reunião com os servidores e as orientações se focaram em questões relacionadas à aposentadoria. Em seguida, veio a exposição pública. A ênfase esteve no sentido de que a Agência, embora enxuta, tem prestado relevantes serviços à comunidade trespontana e de cidades vizinhas. Entre as atividades, citou Igor Rios, três se destacam – assistência à homologação de rescisão, seguro desemprego e carteira de trabalho. Somadas, elas totalizam 11.000 atendimentos somente no período de janeiro a setembro. “Este tem sido um ano bastante proveitoso”, analisou o Chefe Substituto enquanto detalhou a prestação de contas.

A Agência de Três Pontas passou por alguns períodos de dificuldades, principalmente com o afastamento de um servidor efetivo por motivo de saúde. Com a chegada do Chefe Substituto e parceria firmada com a Prefeitura que cedeu um funcionário (e uma outra em treinamento), vários serviços foram restabelecidos.

Ministério do Trabalho MárioDe acordo com o Gerente Regional, essa retomada já refletiu positivamente. No entanto, afirmou, o MTE possui outras áreas de atuação que poderão ser implantadas na Cidade, desde que seja resolvido primeiro o problema do reduzido quadro de funcionários, obstáculo percebido em praticamente todas as agências. Entre os serviços que futuramente deverão ser disponibilizados pela unidade trespontana, Mário Vitório citou a mediação, um recurso que reduz gastos e desafoga o Poder Judiciário, já que antes de recorrer à Justiça, o empregado terá a opção de buscar a solução do problema diretamente na Agência. A negociação poderá ser também coletiva. O oferecimento de microcrédito para incluir no mercado pessoas à margem da sociedade é mais um item a ser trabalhado. 

Em relação aos servidores, o Gerente Regional comentou que é preocupação do Ministério adequar a estrutura física e equipamentos à necessidade de cada agência, a fim de tornar o ambiente mais propício às inúmeras tarefas diárias. Além disso, promover melhores condições de vida para as equipes aparece entre as prioridades. Assim, está sendo implantado um programa de educação para a aposentadoria. “As pessoas têm que se preocupar com o futuro e isso deve começar pelos pais, prevendo meios de alcançar o lazer, a saúde, o esporte, enfim”. Para Mário Vitório existe uma gama de fatores – sociais, psicológicos, econômicos e outros – que refletem no trabalho, consequentemente, nos serviços prestados. Sendo assim, nada melhor do que buscar, desde cedo, o equilíbrio.

Nesta busca por melhorar cada vez mais o atendimento à população, o Gerente Regional enfatizou que a parceria também é primordial e destacou, entre os indispensáveis colaboradores, a Prefeitura, o Sistema Nacional de Emprego (Sine) e a Caixa Econômica Federal (CEF).

Colher dados sobre as atividades em todas as agências da Regional e depois levá-los a uma exposição nacional em Brasília é o plano. “Estamos seguindo um princípio da Constituição, o da eficiência. A sociedade paga seus impostos, mas precisa ter serviços públicos de qualidade. Este é um primeiro momento, mas depois vamos dar maior visibilidade para outros atores sociais para que eles vejam as ações e nós possamos aprender também com isso”, finaliza Mário Vitório.

A Regional de Varginha engloba agências de Alfenas, Boa Esperança, Campo Belo, Caxambu, Lavras, Perdões, Três Corações, Três Pontas e São Gonçalo do Sapucaí.

 

Ministério do Trabalho Fachada

Sede do Ministério do Trabalho e Emprego em Três Pontas

 

 

 

 

 

 

 

Notícia anterior

Empresários terão semana especial promovida pela Acai

Próxima notícia

Seca – Prefeito decreta Estado de Emergência em Três Pontas

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.