NotíciasOutrosQualidade de Vida / Saúde

Hospital de Três Pontas – Arrecadação de alimentos recomeça para não deixar nada faltar!

Arlene Brito

Evitar um novo desabastecimento é a missão abraçada por voluntários coordenados por Clotilde Ferreira e Alessandra

Um grupo de voluntários está reiniciando a campanha de arrecadação de alimentos para o setor de Nutrição do Hospital “São Francisco de Assis”, de Três Pontas.  

De acordo com Clotilde Ferreira, vários itens básicos já foram arrecadados, mas alguns mais específicos estão começando a ficar escassos. Para que não faltem aos pacientes, o grupo decidiu começar um novo pedido junto à comunidade local e também aos municípios vizinhos que são atendidos em Três Pontas.

A voluntária explica que atualizará em sua página no Facebook a lista dos alimentos necessários.

“Caso possa contribuir com algo, favor entregar sua doação na FlashDepil (Rua Sete de Setembro, 453) ou na portaria do “Hospital”, completa.

Confira – em ordem alfabética – os itens solicitados! Quem não ajudou, ajude! Quem ajudou e puder, ajude de novo!  Santa Casa de Três Pontas de portas abertas é uma corrente que não pode quebrar!

  • Achocolatado
  • Açúcar
  • Amido de milho
  • Aveia
  • Chá camomila
  • Creme de leite
  • Farinha de milho
  • Fósforo (palito grande)
  • Gelatina Diet sabores variados
  • Guardanapo de papel 20×23 cm
  • Macarrão integral
  • Margarina (Balde)
  • Massa para Lasanha
  • Sal
  • Suco Caju
  • Suco Maracujá
  • Vinagre
  • Saco papel pardo (1/2 kg)
Notícia anterior

Prefeitura de Três Pontas apresenta proposta do Plano Plurianual 2018-2021

Próxima notícia

Agências bancárias de Lambari são novos alvos de bandidos

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.