Outros

Lei entra em vigor e procura por extintor ABC cresce em Três Pontas

Entrou em vigor nesta quinta-feira (1º) a Resolução 333 de 2009 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). De acordo com a regulamentação, todos os automóveis que circulam no Brasil devem estar equipados com extintores de incêndio com carga de pó ABC.

Extintor ABC 4Muitos trespontanos saíram cedo hoje (2) em busca do novo equipamento. O motorista Jair Francisco da Silva (foto ao lado à direita) foi um deles. “Quero evitar problemas com a fiscalização e, claro, aumentar a segurança, já que este modelo é mais eficaz”, comentou.

E ele está certo. O proprietário do veículo que for pego com o extintor tipo BC está sujeito à multa de R$ 127,69 e ainda pode perder 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), já que a infração é considerada gravíssima. O descumprimento da Lei pode resultar também na apreensão do veículo.

Quanto ao aumento da eficiência, a modalidade ABC combate três classes de incêndio, uma a mais que o extintor do tipo BC conforme explica João José da Silva que tem uma loja e oficina de baterias e radiadores. Segundo o comerciante, a descrição A significa que o extintor combate incêndio em materiais sólidos, tais como, plástico, borracha, tecidos e madeira presentes em puxadores, pneus, painéis, tapetes, revestimentos e estofamentos. O B é para focos iniciais em líquidos inflamáveis, por exemplo, gasolina, óleo e etanol e a letra C indica o combate ao fogo que atingir equipamentos elétricos como bateria e alternador. O BC, portanto, não combate incêndio em materiais sólidos.

“A substituição é obrigatória, menos para os carros fabricados a partir de 2005, incluindo ano-modelo 2004/2005 que já saem da fábrica equipados com o extintor da categoria ABC. Nestes casos, a substituição precisa ser feita se a validade estiver vencida”, completa.

Extintor ABC 3JB, como o comerciante é conhecido na Cidade, comenta que há tempos vinha alertando seus clientes sobre a mudança. A maioria adiou a troca. Bastou, porém, a aproximação da data de entrada da Resolução em vigor, para começar o corre-corre. Na semana passada a procura foi grande e praticamente zerou o estoque da loja. “Quem deixou para a última hora vai ter que esperar. Acredito que os novos extintores para atender a eles chegarão lá pelo dia 9, dia 10”.

Em Três Pontas, a troca custa de R$ 60 a R$ 80, dependendo do ponto de venda. Mas o extintor ABC tem validade de 5 anos ao passo que o BC vencia e precisava ser substituído anualmente.

Ter e saber usar

Pelo menos teoricamente, os motoristas sabem que manter no carro o extintor de incêndio – dentro da validade, com o selo de qualidade do Inmetro e com a carga da pressão próximo à mangueira, no topo do cilindro, sempre no verde – é item obrigatório pela Lei de Trânsito. O que a maioria desconhece é como usar o equipamento de segurança, apesar das orientações claras e objetivas impressas nele.

No atendimento, diferenciado, JB sempre dá as dicas, muitas vezes na prática, para que, em caso de necessidade, o condutor já esteja preparado para o uso correto, tão essencial quanto a eficácia do extintor.

 

 

Notícia anterior

As águas rolaram

Próxima notícia

SAAE comunica possível falta de água em 16 bairros trespontanos

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.