Entretenimento

Noite do Hawaii será na próxima sexta-feira Rainha e Princesas do Carnaval “Uma Viagem de Alegria” serão eleitas no baile. No passado, evento atraía populares e muitos artistas

Noite do Hawaii 6

(Ilustrativa Net)

Pelo projeto inicial da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo de Três Pontas, o Carnaval “Uma Viagem de Alegria” deveria ser aberto nesta sexta-feira (30) com a Noite do Hawaii, mas a data foi alterada. O evento acontecerá na próxima sexta-feira (6), às 20h30min. Houve mudança também no local que passa a ser no Clube Estudantes do Samba, localizado no Bairro Ouro Verde – e não mais no Clube Felicidade como anteriormente anunciado.

Há tempos, o Baile do Hawaii atraía a sociedade trespontana e muitos visitantes vindos de diversas cidades circunvizinhas, anunciando que o Reinado de Momo estava prestes a começar. Fantasias e acessórios eram preparados com antecedência, nos mínimos detalhes. À época predominavam o chitão e as estampas florais que, além das cores marcantes, ganhavam brilho através de bordados à mão com miçangas e lantejoulas. Os colares, do tipo havaiano, eram unânimes no salão do Estudantes do Samba, a mesma sede agora escolhida para a retomada do evento. No “look” feminino eram indispensáveis as pulseiras e a flor prendendo o cabelo puxado de um dos lados. Ah! Elas apareciam também em trabalhadas tornozeleiras.

Ao som da Orquestra do Vavau, da qual participava a cantora Jane Mary, o baile proporcionava muita diversão e se tornou um evento de peso no calendário do Município. Aos populares, se juntavam nomes importantes do meio artístico. Os atores “globais” Osmar Prado, Christiane Torloni e o também diretor Dennis Carvalho – anfitriados por Milton Nascimento – chegaram a curtir o pré-carnaval com a mesma igualdade dos filhos da terra, sem tietagem, sem incômodo.

Neste ano, a intenção da Prefeitura Municipal é justamente relembrar os antigos carnavais e a Noite do Hawaii, pelo sucesso de outrora, tinha – merecidamente – que ser lançada na programação. Foi firmada, então, a parceria. O Colunista Social, Paulo “Tigrão” Prado e ainda as empresas Geladíssima e Mega FM assinam a realização, apoiados pelo Governo local, por intermédio da Secretaria de Cultura.

Noite do Hawaii 3

(Ilustrativa Net)

Rainha e Princesas

Para embalar o público foram convidados a Batucada do Bloco Ai se eu te pego e ainda Bruno Alves e Wander Scalioni. E a Noite promete animação, batucada e marchinhas; além disso, adrenalina e surpresas – pelo menos para as dez candidatas aos títulos de Rainha e Princesas do Carnaval de Três Pontas 2015. O trio deverá ser eleito no início da Noite por dez jurados, todos da Cidade e que de alguma forma já estiveram envolvidos no carnaval trespontano.

Alguns blocos carnavalescos inscreveram suas representantes e já iniciaram a torcida. As vencedoras receberão faixas e troféus. Elas serão atrações na Avenida do Samba durante o Reinado de Momo. Aliás, o Rei já está todo animado, contando os dias para receber a chave da Cidade.

Os ingressos para a Noite do Hawaii já estão à venda. Eles podem ser encontrados na Geladíssima e na Casa da Cultura “Alfredo Benassi”. Cada um custa R$ 10.

Não é obrigatório, mas será importante para o cumprimento da homenagem a todos que concretizaram, um dia, o Baile do Hawaii – e quem sabe para a retomada do evento – que os participantes compareceram a caráter.

Noite do Hawaii 1

Cartaz de divulgação

 

 

Notícia anterior

TOC convoca associados para o Cadastramento Biométrico Digital

Próxima notícia

Farmácias de Plantão em Três Pontas

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.