Educação / Cultura / LazerEntretenimentoNotíciasOutros

Pimentel prestigia vencedores de concurso do queijo artesanal e anuncia candidatura de BH e Tiradentes à Rede de Cidades Criativas da Unesco

Encontro com produtores mineiros agraciados aconteceu durante o Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes

Agência Minas

Governador Pimentel com os premiados (Foto: Omar Freire/Imprensa MG)

O governador Fernando Pimentel se encontrou, neste sábado (26/8), em Tiradentes, com os sete vencedores do 10º Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal. A competição elegeu os melhores queijos das sete regiões produtoras do estado. A presidente do Servas, Carolina de Oliveira Pimentel, também fez questão de prestigiar os produtores.

O encontro aconteceu durante uma homenagem feita pelos organizadores do Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes a figuras que incentivaram o festival que, em 2017, comemora 20 anos. O governador foi um dos homenageados.

(Ascom Emater-MG)

Antônio Lino Rosa recebeu o ouro representando o queijo Serra Negra Sapecado, da região do Cerrado. Sandra Pereira representou o queijo Serra do Salitre, que venceu pela região de mesmo nome. Helenice Maria Silva foi a campeã com o Queijo do Onésio, produzido na região da Canastra. O produtor Moisés Antônio Barbosa ficou em primeiro lugar pela região do Serro com o queijo Ouro Fino.

Já Lúcia Maria Resende, do Campo das Vertentes, venceu com o Sabores do Sítio. Reinaldo de Lima, de Araxá, ganhou o ouro com o queijo Sítio Real, e Patrício Fernandes, do Triângulo, ficou em primeiro lugar com o queijo Fernandes.

O concurso se uniu ao Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes neste ano. A competição é promovida pelo Governo de Minas Gerais, por intermédio da Emater-MG, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e abastecimento (Seapa), em parceria com o Projeto Fartura Gastronomia.

Cidades Criativas

Organização estima que mais de 50 mil pessoas prestigiaram o Festival em 2017 (Foto: Bruno Senna)

Ainda durante a cerimônia de homenagem aos incentivadores do Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes, o governador Fernando Pimentel anunciou a candidatura de dois municípios mineiros à Rede de Cidades Criativas da Unesco. Belo Horizonte e Tiradentes irão disputar o título no segmento de Gastronomia.

O Governo de Minas Gerais apoia as candidaturas, que fazem parte do Programa +Gastronomia, cujos eixos de atuação são promover e internacionalizar o destino Minas Gerais, seus produtos e serviços.

A iniciativa é fruto de uma proposta conjunta entre Governo do Estado de Minas Gerais, Prefeitura de Tiradentes, Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, e outros parceiros.

A Rede de Cidades Criativas da Unesco foi instituída em 2004 e já congrega 116 cidades de 54 países nos campos da Gastronomia, Literatura, Artesanato, Música, Audiovisual, Design e Mídia.

 

Notícia anterior

Três Pontas vai disputar semifinal do Festival da Canção, em Boa Esperança

Próxima notícia

Bombeiros localizam corpos de jovens que se afogaram no Lago de Furnas, em Paraguaçu

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.