Policiais

PM desenvolve Operação simultânea em todas as 853 cidades de Minas Em Três Pontas, 34 militares foram lançados para as 24 horas de policiamento ostensivo

Há tempos enquadrado na Lei Maria da Penha, o trespontano Juliano Vitor da Silva, 35 anos, estava foragido da Justiça e acabou preso na manhã desta quinta-feira (26) em sua residência, no Bairro Antônio de Brito.

Este foi apenas um dos resultados positivos alcançados pela Polícia Militar de Três Pontas ao realizar a Operação Evidência.  

Polícia Militar de Três Pontas 1

Tenente Bruno comenta que prevenir o crime e aumentar a sensação de segurança são objetivos da ação desenvolvida em todas as cidades do Estado nesta quinta-feira

A ação, desenvolvida nas 853 cidades de Minas Gerais, teve como meta combater os crimes violentos, por exemplo, homicídios e roubos – modalidade que apresenta aumento e na qual é possível observar a reincidência de indivíduos, segundo o Comandante da 151ª Companhia de Polícia Militar de Três Pontas, Tenente Bruno Neves (Foto ao lado). 

Preparada para coibir a ação dos criminosos e ainda reforçar a sensação de segurança dos cidadãos, a Operação no Município contou com 34 militares circulando por toda a Cidade.

Durante todo o dia foram cumpridos 2 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão que culminou na localização do foragido.

Também aconteceram blitz de trânsito nas vias de acesso à região urbana, algumas delas com busca no interior dos veículos. Tenente Bruno comenta que a intenção foi blindar a entrada de drogas, armas e indivíduos envolvidos com práticas criminosas vindos de outras localidades.

Outra ação que fez parte da Evidência em Três Pontas foi a Operação Presença. Pela manhã, houve concentração do maior número de policiais possível no Centro e à tarde em bairros. “O objetivo foi restabelecer a sensação de segurança que está um pouco abalada em virtude dos últimos acontecimentos”, completou o Tenente, se referindo, principalmente, aos assaltos praticados na Cidade. Foram 8 somente neste mês de março.

Ainda de acordo com o Comandante, os crimes aconteceram, mas pelo menos nove envolvidos foram presos, incluindo os dois homens que na manhã desta mesma quinta-feira (26) assaltaram uma farmácia e foram detidos logo em seguida.

“Para alguns, infelizmente, não foi feito flagrante, mas a maioria encontra-se recolhida no Presídio e é justamente formada pelos principais atores desse tipo de crime”, completou Tenente Bruno, confiante que as prisões criam uma desestabilização das organizações dos criminosos.

Um detalhe importante citado pelo Comandante é que, segundo boletim estatístico da própria Polícia Militar, os crimes violentos em Três Pontas aconteceram de forma pulverizada, ou seja, não houve dia, horário ou localidade padronizados, centralizados. Isto dificulta uma previsão por parte da PM, então, para tentar evitar a ação e para descobrir envolvidos, a arma da Companhia é identificar as pessoas que infringem a Lei.  E para estes, existe a Operação Inquietação que consiste, sobretudo, em constantes abordagens.

Operação Natalina PM 4No Estado

Aproximadamente 35 mil policiais militares estão envolvidos em 24 horas de policiamento ostensivo. Esta é a primeira vez que a Corporação atua ao mesmo tempo em todas as cidades mineiras.

“Queremos colocar em evidência todas as ações militares que desenvolvemos rotineiramente. Além da prevenção de crimes, queremos atuar na sensação de segurança do cidadão. Por isso, estipulamos cinco diretrizes a serem aplicadas na Capital e interior”, explicou o Assessor de Imprensa da Polícia Militar de Minas Gerias, Major Gilmar Luciano.

As diretrizes são as seguintes.

  • Operação Cinturão nas estradas que fazem fronteiras com os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Goiás focada no combate ao tráfico de drogas, comércio ilegal de armas e inspeção de veículos nas rodovias.
  • Operação Incursão em Zonas Críticas, com militares presentes nos pontos mais perigosos das cidades mineiras.
  • Operação Busca, Apreensão e Prisão, de cumprimento de mandados pendentes.
  • Operação Batida Policial, de abordagem em pontos estratégicos para combate à prostituição, comércio ilegal de drogas e armas.
  • Operação Trânsito Urbano/Rodoviário, de controle de documentação e combate e prevenção de furto de veículos dentro das cidades e nas estradas.

Ainda segundo a PM, nesta sexta-feira (27), às 14h, será apresentado um balanço geral sobre a Operação.

 

 

 

 

 

 

Notícia anterior

Três Pontas – PM prende homens suspeitos de praticar assalto na manhã desta quinta-feira

Próxima notícia

Farmácias de Plantão em Três Pontas

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.