Outros

Presépio da Matriz D’Ajuda – mais um atrativo nas comemorações natalinas, em Três Pontas

Por mais um ano consecutivo, os católicos de Três Pontas e turistas estão se surpreendendo com a criatividade e capricho dos organizadores do Presépio que passa a integrar o – já tão bonito – interior da Matriz Nossa Senhora D’Ajuda.

Desta vez, a ornamentação que representa o nascimento de Jesus, a ser comemorado em 25 de dezembro, foi montada na lateral direita do altar, esquerda dos fiéis. Além da Sagrada Família que ficará completa após o dia 25, disposta na manjedoura de sapê, várias imagens de animais fazem parte do quadro. Lá estão à espera do Menino Deus ovelhas, cabras, vaca, um burrinho, um camelo, além de pastores e dos Reis Magos – Melchior, Baltasar e Gaspar. Eles “caminham” para a visita a Jesus, Maria e José por uma grama macia.

O cenário ganhou ainda um riacho e o som da água corrente deixa o clima ainda mais sereno na majestosa Igreja onde repousa, entre outros, o Anjo Tutelar dos trespontanos, o Venerável Padre Victor.

Diariamente, muitas pessoas passam pela Matriz e o Presépio se torna mais um atrativo nas comemorações natalinas no Município.  Adultos e crianças se encantam e vários visitantes se sensibilizam com a riqueza de detalhes.

O Presépio e o seu significado

O Presépio é uma montagem com peças, que faz referência ao momento do nascimento de Jesus Cristo. Com o Menino Jesus na manjedoura ao centro, o Presépio apresenta o local  e os personagens bíblicos que estavam presentes neste importante momento cristão.

Origem 

De acordo com fontes históricas, o primeiro Presépio foi montado por São Francisco de Assis no Natal de 1223, em argila na floresta de Greccio (comunidade italiana da região do Lácio). A ideia do Frade católico era explicar às pessoas mais simples o significado e como foi o nascimento de Jesus Cristo.

No século XVIII, a tradição de montar o Presépio dentro das casas das famílias se popularizou pela Europa e, logo em seguida, por outras regiões do mundo.

Tradição 

Os Presépios podem variar em tamanho e materiais usados. Alguns são minúsculos e outros têm tamanho real. As peças podem ser feitas de madeira, argila, metal ou outros materiais. O mais comum, atualmente, é a montagem dentro das casas das famílias cristãs, porém, encontramos também presépios em lojas, empresas, praças, escolas, igrejas e outros locais públicos.

Peças (personagens representados)

  • Menino Jesus (filho de Deus e o Salvador)
  • Virgem Maria (mãe de Jesus Cristo)
  • José (pai de Jesus Cristo)
  • Manjedoura com palhas em um curral (local onde nasceu Jesus)
  • Burro, boi, ovelhas (animais do curral; representam a simplicidade do local onde Jesus nasceu)
  • Anjos (responsáveis por anunciar a chegada de Jesus)
  • Estrela de Belém (orientou os Reis Magos quando Jesus nasceu)
  • Pastores (representam a simplicidade das pessoas do local em que Jesus nasceu)
  • Reis Magos (segundo o Apóstolo Mateus, eles vieram do Oriente, conduzidos por uma linda e brilhante estrela. Chegaram à cidade de Belém, local de nascimento do Menino Jesus, trazendo presentes – mirra, ouro e incenso. Estes presentes possuíam um sentido simbólico. O ouro representava a realeza, a mirra – que é uma resina antiséptica – simbolizava a pureza, enquanto o incenso simbolizava a fé.

No contexto bíblico, a palavra “mago” não significa bruxo ou feiticeiro, mas, sim, assume o sentido de sacerdote ou sábio. Eles possuíam poderes e dons divinos.

Em 6 de janeiro é comemorado o Dia de Reis  aqui no Brasil, na América Latina e em diversos países da Europa. A festa simboliza a data em que o Menino Jesus recebeu a visita dos Reis do Oriente.

(Sua pesquisa.com)

Notícia anterior

Associação Comercial em Destaque

Próxima notícia

Novos membros tomam posse no Conselho Municipal do Idoso

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.