Policiais

Rodovia MG-167: 13 primeiros dias do ano, três acidentes com três vítimas fatais

Notícia Policial na Medida CorretaA Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais registrou o terceiro acidente deste ano na Rodovia MG-167. A fatalidade aconteceu na manhã desta terça-feira (13) quando Adilson Reis Lopes, 36 anos, seguia de Três Pontas – sua terra natal – para Varginha. O vendedor teria tentado ultrapassagem em local proibido e capotado depois de perder o controle do veículo, um Renault Sandero prata. O carro caiu sob a Ponte dos Bertoldos. O condutor, popularmente conhecido por Reizinho, ficou preso às ferragens e foi retirado já sem vida pelo Corpo de Bombeiros de Varginha. 

Há três dias, exatamente no sábado (10), Eduardo Fernandes dos Anjos, 22 anos, também perdeu a vida na mesma estrada quando trafegava em uma moto Twister, porém, entre Santana da Vargem e Três Pontas. Por volta das 3 horas da manhã, ao sair do trevo da Epamig, município de Três Pontas, o rapaz invadiu a pista contrária e chocou-se de frente com um Fiat ELX. O paulista da cidade de Rosana que residia em Coqueiral (MG) morreu na hora. Com ele na moto estava Iago da Silva Tavares, 20 anos, que foi levado ao Pronto Atendimento Municipal (PAM). Em seguida, o rapaz foi transferido para a Santa Casa de Misericórdia Hospital São Francisco de Assis onde passou por cirurgia e ainda continua internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O casal Rodrigo e Cristiane Rossi, ambos de 31 anos, que ocupava o Fiat com placas de São Paulo seguia para Boa Esperança. Ele teve ferimentos leves.

No sábado (dia 3) a primeira tragédia de 2015 na Rodovia envolveu uma família trespontana. Cinco pessoas ocupavam um Golf e vinham de São Tomé das Letras (MG). Entre Varginha e Três Pontas, no quilômetro 29, proximidades do Condomínio Serra Verde, Lucas de Brito, 27 anos, perdeu o controle da direção. Chovia, segundo testemunha ele estava em baixa velocidade, mas a aquaplanagem pode ter motivado o acidente. O carro saiu da pista e bateu em eucaliptos que ficam à margem da Rodovia. O condutor teve fratura em um dos punhos e escoriações pelo corpo. A namorada, Jéssica Silva Dias, 23 anos, grávida de cinco meses, foi conduzida para a Santa Casa. Infelizmente o bebê não resistiu e a estudante de Fisioterapia segue em recuperação no Hospital de Três Pontas. O casal de funcionários públicos, Ronne César Brito, 47 anos e Patrícia Costa, de 42 anos, foram levados para o Hospital Bom Pastor. Ele agora está em casa. Ela deixou a UTI e deve receber alta em breve. Já o filho deles, Nijini Rangel, 19 anos, foi socorrido com vida, mas morreu antes de dar entrada também no Hospital Bom Pastor, em Varginha.

A Rodovia MG-167 possui 96,6 quilômetros de extensão, começando no entroncamento com a BR-265 – em Santana da Vargem e terminando no entroncamento com a BR-267 – em Cambuquira. Ela passa pelos municípios de Três Pontas, Varginha e Três Corações. Nos trechos Santana / Três Pontas e Três Pontas / Varginha acidentes graves são registrados com muita frequência. A estrada é estreita, com poucos acostamentos e tráfego intenso. Há, inclusive, um movimento de lideranças políticas pela construção de terceira pista neste segundo trecho constituído de aproximadamente 30 quilômetros de direção. 

 

 

Notícia anterior

Encontro das Folias de Reis de Três Pontas chega aos 45 anos

Próxima notícia

Diálogo: ONG Amor Animal, Vigilância Sanitária e Executivo Municipal discutem situação dos cães de rua

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.