NotíciasOutros

Safra 2017/2018 segue dentro da expectativa, segundo Cocatrel

O período de safra já está quase no final e o recebimento dos cafés na Cocatrel segue dentro da expectativa, considerando o ano de safra menor, devido à bienalidade da cultura.

Para dar mais agilidade à entrada e à saída de cafés nos armazéns da Cooperativa, muitas melhorias foram feitas, o que tem surpreendido positivamente a todos. Para esta safra, a Cocatrel investiu bastante para, principalmente, eliminar as enormes filas de caminhões que eram formadas em seus armazéns. A não formação de filas pode gerar, equivocadamente, a impressão de falta de movimento. Porém, o horário de recebimento foi estendido, houve contratação e treinamento de mão de obra especializada, aquisição de novas empilhadeiras, além da aquisição de novos armazéns, o que desafoga o recebimento em Três Pontas.

Também pensando em agilizar os processos, o recebimento de café nas manhãs de sábado é outra novidade nos armazéns de Três Pontas. No armazém Paraíso, os cooperados podem entregar seus cafés, em sacarias. Nos outros armazéns o recebimento continua sendo em bags e à granel. O horário de atendimento é de 7 às 11 da manhã.

Nas filiais o horário continua o mesmo, de segunda à sexta-feira.  Vale ressaltar que a Cocatrel conta com armazéns e/ou centrais de recebimento em Coqueiral, Carmo da Cachoeira, Nepomuceno, Ilicínea, Córrego do Ouro e Varginha.

(Ascom Cocatrel)

 

Notícia anterior

Três Pontas recebe a 4ª etapa do Campeonato Sul-Mineiro de MTB XCO

Próxima notícia

Fenac começa em São Lourenço

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.