Esporte

Semana de emoções para os rubro-negros

oie_53218NgLHwKL9

Zico entrega placa a Léo Moura, antes do amistoso de despedida do capitão do Flamengo (Foto: O Globo)

O tempo passa incapaz de diminuir a idolatria dos torcedores do Flamengo (RJ) a um jogador que realmente fez história no Clube, Zico. Tanto que, até mesmo o aniversário do craque, é motivo de festa também para eles. Esses admiradores chegam ao “doce absurdo” de comparar a data com o Natal, claro, rubro-negro. A comemoração foi terça-feira (3) quando Zico completou 62 anos de vida.

Atualmente, o “Galinho de Quintino”, treina o Goa, da índia, mas esteve presente em mais um momento de emoção para os flamenguistas de todo o Brasil. Nesta quarta-feira (4), acompanhou bem de perto o jogo de despedida do lateral direito/capitão, Léo Moura. Depois de 10 anos atuando no time do coração, Leonardo parte para o Fort Lauderdale Strikers, dos EUA.

A partida amistosa entre Flamengo e Nacional, do Uruguai, foi à noite, no Maracanã (RJ). Além da vitória do time da casa por 2 x 0, os torcedores vibraram quando Zico entregou ao fã, Léo Moura, uma placa comemorativa em referência aos serviços prestados. Foram 519 jogos, 248 vitórias e 47 gols marcados pelo rubro-negro.

O “moicano” jogou até os nove minutos do segundo tempo quando a placa anunciou a substituição. Aos prantos, Léo Moura, deixou o gramado, passando a braçadeira de capitão para Wallace.

“Realmente foi um momento marcante. O Léo, com certeza, deixa um legado e milhões de fãs espalhados por todo Brasil. É mais um que ficará para sempre em nossos corações”, registra o Embaixador da Embaixada da Nação Fla-Minas de Três Pontas, Edilson Vitor da Silva – o “Dimel”.

Aproveitando o espaço, o trespontano conta que a Embaixada foi presenteada com camisas da Fla-Muzenza – grupo de capoeira do Rio de Janeiro, do Mestre Burguês.

Disse ainda que os trabalhos da Embaixada continuam, dentre eles, o de tornar a São Thomengo, de São Tomé das Letras (MG), uma Embaixada Oficial do Flamengo, consequentemente, Consulado da Fla-Minas na Cidade das Pedras.

“Tudo isso acontecendo lá ou aqui nos deixa emocionados e cheios de orgulho. Tudo isso é muito gratificante para nós, pois somos 40 milhões de rubro-negros espalhados pelo Brasil e pelo mundo”, registra “Dimel”.

 

 

 

Notícia anterior

Mais de 400 mulheres participam do 3º Batom com Prosa

Próxima notícia

Humor - Matheus Ceará se apresenta hoje em Três Pontas

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.