Esporte

Só para elas na Bike Estão abertas inscrições para evento esportivo que promete movimentar a ala feminina no dia 12

Só Para Elas na Bike Destacada

(Foto: alesandramesquita.blogspot.com.br)

Estão abertas as inscrições para o 2º Pedal Só para Elas na Bike. O evento esportivo vai acontecer no próximo domingo, 12 de outubro, em Três Pontas.

De acordo com a programação divulgada pela Rufus Bike, a concentração será às 8 horas, no Restaurante Charneca onde as ciclistas receberão as identificações. A saída está marcada para as 9 horas. Segundo os organizadores será obrigatório o uso de capacete e é bom se precaver também com outros equipamentos de segurança, por exemplo, óculos e luvas.

As participantes vão percorrer aproximadamente 35 quilômetros. Todo de terra, o trajeto será sinalizado com placas de sentido e alertando sobre algum perigo. No quilômetro 17 haverá ponto de apoio com fornecimento de água, frutas e isotônico. Um carro seguirá junto caso alguém precise do suporte.

Retornando à Charneca, será servido almoço e um delicioso cardápio já está definido: arroz, feijão, macarrão, maionese, carne, frangos, saladas, refrigerante ou suco.

As inscrições devem ser feitas pelo e-mail soparaelasnabike@outlook.com. A taxa é de R$ 40 e dá direito ao almoço e ainda aos “comes e bebes” do ponto de apoio.

O Restaurante Charneca fica na Rodovia MG-167, quilômetro 11, em Três Pontas. Quem precisar de mais informações pode ligar para 9994-7070 e falar com Reginho.

 

 

 

 

 

 

Notícia anterior

Eleições 2014 – Hora de festejar

Próxima notícia

Eleições 2014 - Deputado Federal Diego Andrade participa de carreata

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.