Outros

Fotos de momentos marcantes da história de Três Pontas vão compor Memória Virtual

A Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo recentemente encontrou muitas fotos de Três Pontas, de personalidades e de eventos que, com certeza, marcaram época e a história do Município. Depois de organizar todas elas, veio mais uma ideia, já colocada em prática. Esses documentos fotográficos estão sendo digitalizados e, em breve, serão postados no blog do Departamento.

Casa da Cultura em Três Pontas Fotografias 11

Primeiro, fotos foram organizadas em álbuns e levadas para este arquivo. Agora estão sendo digitalizadas

“Esta é uma maneira de preservamos a trajetória da nossa Cidade e da nossa gente. Através da Memória Virtual, pretendemos impedir que a história se perca”, explica a Secretária, Débora Andrade, que se diz impressionada com a riqueza que andava às escondidas. “Não podemos privar o povo desse patrimônio, do conhecimento, da informação que essas fotos transmitem”, completa.

Paralelamente à digitalização, a Secretaria está desenvolvendo pesquisas a fim identificar o momento e pessoas registrados pelas lentes de tantos fotógrafos que, em maioria, são também anônimos.

Assim que o trabalho estiver concluído, haverá uma exposição das fotografias que geraram a Memória Virtual. “Os visitantes vão gostar. São fotos, por exemplo, da Escola Normal em construção, do Cemitério que nem túmulos tinha ainda, do famoso concurso da Imperatriz. Tem até propagandas políticas e comícios”, antecipa Débora Andrade.

Mudança aproveita melhor o espaço e possibilita inovações, tais como, o Cineclube

Muitas dessas fotos foram localizadas durante mudança realizada na ocupação do espaço físico da Casa da Cultura Alfredo Benassi, sede da Secretaria.

No porão (ou primeiro andar) de estrutura centenária, lá estavam elas e outros objetos agora disponibilizados à visitação. Quem sobe pela escada principal e adentra pelo casarão se depara com os álbuns, mas também com Vitrola-Radiola da marca Philips, ano 1968 e ainda pode ouvir saindo do aparelho uma programação de rádio.

Casa da Cultura em Três Pontas Objetos Antigos 10

Sala para Exposição Itinerante conta com móveis e objetos antigos e com uma vitrola-radiola, 1968

A disposição de poucos móveis e objetos permite à sala receber exposições itinerantes. Pelo projeto da Secretaria, todo artista pode levar para lá suas obras, gratuitamente.

Logo à frente, um espaço antes utilizado pela administração da Secretaria se transformou em lugar de exposição fixa. Painéis ostentam fotografias que participaram do Concurso “Três Pontas – Fé, Música e Café” – segmentos que identificam mundialmente o Município. Nas paredes, mais história e cultura retratadas em passagens dos filhos ilustres Milton Nascimento e Wagner Tiso. Uma TV Philco Predilecta, anos 50 – um dos primeiros aparelhos televisivos em cores do Brasil – e ainda o primeiro telefone que aportou na Cidade compõem, entre outros, o cenário.

O acervo do Ex-Vice-Presidente da República, Aureliano Chaves de Mendonça, também ganhou maior visibilidade. São duas salas reservadas a sofá, mesas, chapéus, berrantes, medalhas, livros, quadros, honrarias que o produtor rural, que o respeitado político colecionou ao longo de uma vida dedicada ao trabalho, à ética, ao desenvolvimento de Minas e do Brasil.

Mais limpo, organizado, melhor aproveitado está também o porão da Casa da Cultura. Por lá, além da loja da Associação de Artesãos e Artistas Plásticos de Três Pontas (Arplast), instrumentos inventariados da Corporação Musical Luiz Antônio Ribeiro passaram por limpeza e estão expostos de maneira que amplia seus respectivos valores históricos e culturais.

E ainda sobrou espaço para mais uma inovação no Setor – o Cineclube que deverá entrar para o calendário de atividades da Secretaria já nos próximos dias. “Nossa intenção é fazer aqui mostras de filmes antigos, históricos sempre acompanhadas de debates, de reflexões”, explica Débora Andrade.

Também a mesma área será emprestada à Arplast que irá ministrar oficinas de artesanato à comunidade, semanalmente.

Casa da Cultura em Três Pontas Artesanato 15

Integrantes da Arplast ministrarão oficinas de artesanato, semanalmente (Foto: arquivo SMCLT)

“Estamos dando vida à Casa da Cultura. Abrimos com o Sarau no Quintal, agora temos exposições recheadas de história, teremos o Cineclube, as oficinas, enfim, aos poucos transformamos tudo isso em um instrumento cultural. Abrimos o espaço para visitação, para a participação do povo com a expectativa que os visitantes e frequentadores saiam daqui levando para suas vidas algo interessante”, conclui a Secretária Municipal.

A Casa da Cultura Alfredo Benassi, na Rua Barão da Boa Esperança, Centro de Três Pontas está aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30min.

Casa da Cultura

(Foto: arquivo Sintonizeaqui)

 

 

Notícia anterior

Amabe - Inscrições de chapas para eleição serão encerradas nesta quarta-feira

Próxima notícia

Procurador do Município ministra palestra hoje na Câmara de TP

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.