Outros

Informar e conscientizar – foram estes o foco das comemorações do Dia Mundial da Água, em Três Pontas

A manhã de sábado (21) foi festiva em Três Pontas. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) encabeçou a comemoração antecipada do Dia Mundial da Água (22 de março) em parceria com a Secretaria Municipal e Polícia Militar – ambas do Meio Ambiente.  

Na Praça Cônego Victor, Centro da Cidade, uma das principais atrações foi a distribuição de mudas. Os três segmentos que se uniram para a concretização do evento, contribuíram também com a doação de várias espécies. A cada entrega, houve orientações para que o plantio seja feito em locais apropriados visando evitar, por exemplo, futuro corte da árvore.

SAAE Comemora Dia Mundial da Água em Três Pontas 14

Diretora do SAAE, Marisa Cainelli, aproveita comemorações no Centro da Cidade para lembrar que consumo responsável de água deve se tornar atitude permanente

“Semear água” foi o tema escolhido para a comemoração. De acordo com o SAAE, a  intenção foi despertar na comunidade, nos donos de propriedades rurais o interesse pelo plantio de árvores para que sejam protegidos as nascentes e o entorno dos córregos e, assim, Três Pontas possa ter água em quantidade e qualidade.

“Ao fazermos essas doações nosso objetivo é criar a conscientização da importância das árvores para a sobrevivência da nossa água”, explicou a Diretora da Autarquia Municipal, Marisa Cainelli Basílio de Brito.

Ipê amarelo, ipê branco, flamboyant, quaresmeira, angico e frutíferas, tais como, pitanga e ameixa foram algumas espécies disponibilizadas.

Auxiliando na partilha das mudas, na entrega de cartilhas e panfletos informativos e, com muita atenção, respondendo às dúvidas de trespontanos estava a Polícia Militar de Meio Ambiente representada pelos Sargentos Dameana e Santos e pelo Cabo Leopoldino.

“Nós sempre participamos de eventos como este porque a Polícia Militar não é só repressiva, não é somente fiscalizadora, mas tem ainda a responsabilidade educacional. Nossa presença aqui é muito importante porque ajuda a transmitir a conscientização para as pessoas”, comentou a Sargento Dameana.

SAAE Comemora Dia Mundial da Água em Três Pontas 10

“Infelizmente, o homem vem destruindo a nossa natureza, desmatando, por isso, estamos com esta escassez de água. Plantio, gente, é vida” (Sgto. Dameana – PM do Meio Ambiente de MG)

Ela também incentivou o plantio como instrumento fundamental para a preservação das águas. “Infelizmente, o homem vem destruindo a nossa natureza, desmatando, por isso, estamos com esta escassez de água. Plantio, gente, é vida”, alertou.

A festa pelo Dia Mundial da Água em Três Pontas foi abrilhantada por números de dança apresentados pelos integrantes dos projetos sociais Espaço Verde, Travessia e Recriar – todos da Secretaria Municipal de Assistência Social, da Criança e do Adolescente. Outra atração foi a Banda dos Meninos da Vila.

Quem foi pode ainda saborear pipoca e algodão doce de graça e matar a sede com a água servida pelo SAAE.

Decreto de Emergência foi finalizado, mas consumo deve seguir responsável

De novembro de 2014 a janeiro deste ano, o consumo de água em Três Pontas foi regido por um Decreto de Estado de Emergência que prescrevia punições a quem usasse água tratada de forma irresponsável. A medida foi necessária devido à longa estiagem que atingiu o Município, a exemplo de inúmeras outras cidades, em vários estados brasileiros.

Segundo a Diretora do SAAE, os trespontanos entenderam a necessidade de economia e colaboraram. Os baldes substituíram mangueiras, água da máquina de lavar roupas serviu para limpar calçadas e quintais e quando as chuvas vieram o recolhimento proporcionou a utilização da água que, antes, ia direto para o ralo.

No total, Três Pontas poupou, no período, 23 milhões e 778 mil litros de água. O número corresponde a 1.321 litros de água por cada uma das 18.000 ligações existentes aqui. Considerando 50.000 habitantes, cada trespontano economizou 16 litros por dia, consequentemente, 476 litros de água por mês. “Se a população não tivesse ajudado, com certeza iria faltar água em algumas partes da Cidade”, reconhece Marisa Cainelli.

O Decreto já não está mais em vigência e as chuvas têm marcado presença no Município há vários dias. Isto não significa, porém, que o consumidor pode voltar a “usar e abusar” da água. Atitudes de reutilização devem se tornar permanentes, indica Marisa. A Engenheira Civil, Sanitarista e Ambientalista tem uma simples e sincera justificativa. “A água existe, mas é um bem que tem fim, se não tivermos consciência podemos ficar sem ela, então, não podemos desperdiçar”.

Questionada se a capacidade de captação de água em Três Pontas está normalizada, Marisa responde que não. Ela explica que no início de 2013, a água que abastece a Cidade era retirada do Custodinho e Sete Cachoeiras. Em maio entrou em funcionamento a captação dos Quatis e em dezembro do mesmo ano, a da Formiga. “Isto não parou mais porque, infelizmente, o Custodinho perdeu muito da sua capacidade”.

Mais uma prova concreta que economizar é a palavra de ordem – independente se a época é de seca ou chuvas fartas, independente da existência ou não de imposições que obrigam o consumo responsável.

 Abaixo, mais fotos da comemoração. 

Notícia anterior

SAAE promove, neste sábado, comemoração pelo Dia da Água

Próxima notícia

Acidentes de trânsito voltam a ser registrados na região urbana de Três Pontas

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.