Outros

Milton Nascimento participa da entrega da revitalização da Fazenda Pedra Negra, em TP Secretário de Cultura de MG, Angelo Oswaldo também prestigia o evento na propriedade centenária que abriga o Museu do Café

Fazenda Pedra Negra Museu do Café 1

Convidados foram recebidos com café da manhã, no Museu do Café, uma das preciosidades culturais e históricas da Fazenda Pedra Negra

Por se tratar do Município maior produtor de café do mundo, a recepção só poderia ser com um cafezinho coado na hora, acompanhado de quitandas, entre elas o mineiríssimo pão de queijo.

Enquanto apreciavam as delícias à mesa, os convidados proseavam cercados de uma das mais belas paisagens trespontanas e ainda puderam ver, rever, conhecer antiguidades que retratam a trajetória da produção cafeeira, base do desenvolvimento da Cidade que já foi referenciada, inclusive, como a Terra do Ouro Verde.

A alguns passos do Museu do Café onde foi a primeira parada, está a sede da Fazenda Pedra Negra, um casarão do século XIX. E lá, de frente para a escadaria, gente vinda de todos os lados participou de um momento marcante na trajetória do lugar. A Fazenda completa 100 anos e ganhou de presente a revitalização de suas edificações. Na manhã desta quinta-feira (2), a entrega das novas pinturas foi bastante prestigiada, exigindo inclusive, a presença da Polícia Militar Rodoviária que garantiu a saída segura da Rodovia MG 167 rumo à estrada de terra que adentra pela histórica propriedade rural, localizada em Três Pontas – no Sul de Minas.

Fazenda Pedra Negra Museu do Café 4

Entre as personalidades que ocuparam lugar de destaque, Milton Nascimento, Isaura Resende, Letícia Garcia, Paulo Luis e Angelo Oswaldo

As autoridades ocuparam lugar de destaque na varanda. Do alto, acompanharam o Hino Nacional Brasileiro, ao som do saxofone do músico trespontano, Wander Scalioni e ainda os cantos do Coral Laroc Lacov – do Conservatório Municipal de Música Heitor Villa Lobos, regido por Oswaldo Duarte.

Anfitriados por Isaura Maria de Resende, se acomodaram o Secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais, Angelo Oswaldo; o Prefeito Paulo Luis Rabello; o Vice-Prefeito Erik dos Reis Roberto; o Presidente da Câmara Municipal Luis Carlos da Silva; o Gerente Regional da Coral-AkzonNobel do Estado de Minas Gerais, Paulo Ferreira Soares e ainda Letícia Martins da Costa Garcia, Clélia Miari Costa e Déa Martins da Costa Garcia, representantes do Clube da Casa – Miari e Cia.

Na oportunidade, os convidados souberam por que a Fazenda Pedra Negra teve seu complexo de edificações revitalizado pelo Projeto “Tudo de cor para você”, desenvolvido pelas Tintas Coral. A propriedade chega ao 100º aniversário, a ser comemorado em 2015, em pleno processo de tombamento e entrará para o Patrimônio Histórico de Três Pontas. Além disso, é um símbolo da história da cafeicultura mineira, abriga um hotel e o Museu do Café, se tornou um dos principais pontos turísticos da região e motivo de orgulho para a população trespontana.

Indicação é reforçada pelo padrinho do Projeto em Três Pontas, Milton Nascimento

Fazenda Pedra Negra Museu do Café 14

Dona Déia, Clélia, o colaborador Adriano, o Gerente Regional da Coral-AkzonNobel do Estado de Minas Gerais – Paulo Soares e Letícia Garcia representantes do Clube da Casa – Miari e Cia

Por perceber tudo isso e analisar que a Fazenda Pedra Negra merecia o presente, a Diretora Administrativa do Clube da Casa – Miari e Cia, Letícia Garcia, fez a indicação que resultou no realce das características arquitetônicas e da história do casarão e que também resgatou as cores originais do imóvel: branca e azul. Além da transformação do prédio principal da Fazenda, as cores trouxeram beleza para as dependências do Museu, antigos armazéns e casarios que compõem o complexo turístico. Foram mais de 740 litros de tintas Acrílico Total empregados na revitalização.

Ao aportar pela primeira vez em Três Pontas, o “Tudo de cor para você” se deparou com o Café Bom Dia, com sede em Varginha, que reforçou o apoio iniciado pelo Clube da Casa – Miari e Cia.

Por onde passa, o Projeto ganha um padrinho. Em Três Pontas – Capital Mundial do Café, Terra de Padre Victor e de Nossa Mãe e Capital Mineira da Música, ele foi batizado por um dos seus filhos ilustres – o cantor e compositor, Milton Nascimento.

Em agradecimento, o padrinho – que foi ovacionado ao sair do casarão para se juntar às autoridades – recebeu um cartão de prata entregue por dona Clélia Miari Costa.

“Eu sempre vinha à Fazenda com minha mãe. É uma maravilha para mim estar aqui hoje. Se eu não estivesse, eu não existiria”, retribuiu “Bituca”.

Fazenda Pedra Negra Museu do Café 12

Cantor e compositor trespontano, Milton Nascimento, contou que sempre ia à Fazenda Pedra Negra acompanhando a mãe, dona Lilia

Outras gentilezas compuseram o cerimonial. O colaborador, Adriano Aparecido Ribeiro, recebeu honraria das mãos da senhora Déa Miari e a Diretora Administrativa, Letícia Garcia, presenteou a proprietária da Fazenda, Isaura Maria de Resende, com flores.

A cerimônia foi encerrada com apresentação de dança, comandada por Myl Bueno e Roberto Fior Junior.

A fala das autoridades

Pela primeira vez na Fazenda, o Secretário de Estado da Cultura de Minas Gerais, Angelo Oswaldo, analisou que o Museu do Café é singular pela originalidade e pela autenticidade. “Ele não está apenas dentro das quatro paredes da grande sala de exposições, mas é um território, o território do café. Esta é uma linda Fazenda de 1915, com vários equipamentos, objetos, utensílios, até o jardim é histórico com suas camélias, com seus buchos, enfim, com plantas antigas dos jardins dos nossos avós e bisavós”, observou o visitante.

Na avaliação do Secretário, o Museu merece ser valorizado sobre todos os aspectos porque é um atrativo cultural e turístico para Três Pontas e Sul de Minas. “Primorosamente montado, ele conta a história da cafeicultura brasileira. A existência desse Museu é um privilégio para o Estado que é o maior produtor de café do País. Coloco a Secretaria de Cultura de Minas Gerais à disposição para cada vez mais valorizarmos e termos esse Museu como emblema”, disse. 

Ainda de acordo com o Secretário, é preciso criar uma associação de amigos do Museu do Café para a captação de recursos. A institucionalização, esclareceu Angelo Oswaldo, facilita a obtenção de verbas públicas e particulares e o acesso aos recursos oriundos de leis estadual e federal de incentivo.

Fazenda Pedra Negra Museu do Café 13

Secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, orientou para a criação da Associação Amigos do Museu do Café. Institucionalização facilitará acesso a recursos dos governos de Minas e da União e ainda de doações particulares

Angelo Oswaldo registrou conhecer as dimensões e o valor do “Tudo de cor para você”. Ele contou que enquanto prefeito de Ouro Preto teve a oportunidade de pintar todo o casario da Ladeira de Santa Efigênia em parceria com a Coral. “Estamos recuperando um patrimônio com apoio de uma grande indústria de tintas e existe esta associação entre o fazer, o criar, cultura, progresso e dinamismo. E aqui o Projeto tem como patrono uma figura queridíssima que o Brasil, que o mundo inteiro admira e que saiu de Três Pontas – Milton Nascimento”.

Em seu discurso, o Prefeito de Três Pontas, Paulo Luis Rabello, destacou que há 100 anos, o Coronel Domingos Monteiro de Resende aportou na Cidade que tinha o café como base de sustentação de sua economia. Aqui, ajudou a construir grandes obras e adquiriu a Fazenda então chamada Serra, reunindo nela cordialidade e hospitalidade. Para o Prefeito, a revitalização é uma forma de retribuir o trabalho do Coronel para o desenvolvimento do Município.

Paulo Luis comentou ainda que a preservação do Museu do Café e da Fazenda, reforçada pela revitalização por meio do Projeto da Coral, mantém viva e forte as tradições e culturas locais. 

“O Tudo de cor para você é o maior projeto socioambiental da Tintas Coral. Resgatar um pouco do patrimônio histórico, reestabelecer a cultura, levar cor para a vida das pessoas são os intuitos maiores. São poucas empresas que podem trazer isso e esta é a nossa missão, portanto, só temos que agradecer”, disse o Gerente Regional da Coral-AkzonNobel, Paulo Soares.

Fazenda Pedra Negra Museu do Café 2

Segundo Paulo Soares, “Tudo de cor para você” é o maior projeto socioambiental das Tintas Coral

Ele explicou que para participar do Projeto, o imóvel precisa ter relevância e ser reconhecido pela comunidade. Não há limite de concretização por município. Também pesa o tombamento histórico, pelo qual passa a Fazenda Pedra Negra, em Três Pontas. A revitalização, completou o Gerente, é uma contribuição para o aceleramento desse processo. 

“Foi um grande prazer para a Miari e Cia intermediar o Projeto Tudo de Cor Fazenda Pedra Negra. Este é um importante ponto turístico e um dos mais belos cartões postais de Três Pontas e região. Além de sediar o Museu do Café, este ano a propriedade completa o centenário e merece ainda mais a nossa atenção. Por reconhecermos os valores histórico e cultural da Fazenda aproveitamos a oportunidade e muito nos honra poder viabilizar um Projeto tão bacana para a nossa Cidade”. 

A sensação do dever cumprido partiu da Diretora Administrativa, Letícia Garcia. Ela destacou que poder colaborar para a preservação de parte da memória trespontana é algo que gera satisfação. 

Esta foi mais uma ação da empresa que está sempre envolvida em projetos sociais, visando contribuir para o desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida da população.

Fazenda Pedra Negra Museu do Café 11

Milton Nascimento – padrinho do Projeto em TP e a proprietária da Fazenda, Isaura Resende

Com a cordialidade herdada do avô Domingos Monteiro de Resende, Isaura Maria agradeceu o presente que trouxe de volta as cores originais do casarão e que deu ainda mais vida às demais edificações. A expectativa dela é que o tombamento histórico estadual aconteça e que aumente o movimento no hotel e no Museu do Café.

Visivelmente emocionada, a anfitriã percebeu que aquele momento entrava para a história da Fazenda Pedra Negra como um reconhecimento ao trabalho – incessante e feito à base do amor, da fé e da dedicação – da família e de seus colaboradores.

Tudo de cor para você

Desde o início do Projeto, mais de 708 mil litros de tintas já foram usados para renovar mais de 6.576 imóveis em comunidades de diferentes regiões do País. A iniciativa, entretanto, não se restringe a levar cores para praças do Brasil inteiro. O combate à degradação de áreas e patrimônios históricos promove alegria, descontração e une moradores, voluntários e mais de mil funcionários em uma grande onda de pintura e conservação das áreas escolhidas. O Projeto oferece, ainda, treinamento e capacitação a pintores que residem nas regiões beneficiadas, totalizando mais de 3.855 aprendizes formados pelo Projeto. Desta forma, fecha-se um ciclo sustentável que resulta no aumento da autoestima e da cidadania da comunidade. Em 2011, o “Tudo de cor para você” foi um dos cases vencedores do Prêmio Marketing Best Sustentabilidade, que reconhece as melhores práticas sustentáveis das companhias no País. 

Notícia anterior

Farmácias de Plantão em Três Pontas

Próxima notícia

Três Pontas – 158 anos: Desfile Cívico surpreende

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.