Padre Francisco Poesias e Afins com Vicente de Paula Oliveira

Pai acolhe em nome do Amor teu servo que Dedicou tanto uma vida Responsável que por hora Eterniza no teu seio. Face à face junto de Ti Responde em nome do humilde Amor que procurou Na vivência do simples e humilde Coração que nos grandiosos instantes da vida Imortalizou a …

LEIA MAIS →

Isso não existe Poesias e Afins com Patrícia Lopes

Filho sem pai Corrupção Famílias desestruturadas Governos sem rumo Onde está a democracia Onde foram parar as vergonhas Cadê isso tudo de bom Porque isso tudo ruim É difícil criar filho sem pai É ruim ter um governo corrupto Precisa-se de comprometimento Com a verdade, com o amor! Nada mais …

LEIA MAIS →

Heróis… Meninos Brasileiros

Meninos da roça que acordam cedo Valorizando a vida procuram estudar Nos passos da vida não conhecem brinquedos Procuram nas letras as razões de sonhar No cantar do galo já é fria a madrugada No caminho da estrada no rebrilho do sol Os pássaros cantando alegram a moldura Da linda …

LEIA MAIS →

O Piano

Ao som do piano acordei hoje Música suave e macia Uma seda para os ouvidos Uma busca de paz para alma Ao som do piano acordei hoje Música calma e tranquila Um remédio para o corpo Uma cura para a alma Ao som do piano acordei hoje  Tudo de bom  …

LEIA MAIS →

Eu o alcoólatra

Sarjetas, noites frias ao relento Orgias das noites, pecado Assim caminha o farrapo humano O alcoólatra semilouco embriagado Amante do espaço sem vida Assim caminha maltrapilho Mas, a mãe chora por dentro angustiada A tragédia que sofre seu filho Amante também das latas de lixo Procurando nas latas pão para …

LEIA MAIS →

Acreditar

Acreditar no que tem chance É uma virtude Agora acreditar No perdido é mesmo tolice Não sejamos tolos Somos seres Providos de Inteligência Vamos acreditar Nas coisas sãs Não nas coisas Sanas. Acredite você será liberto Quando a verdade For a única maneira De acreditar.  

LEIA MAIS →

Santana da Vargem: Homenagem de um amigo agradecido

Nas margens dos teus sonhos Nas vargens das realizações Tu, uma esmeralda brilhante Brilha nas constelações dos agradecidos De um universo que torna-se versos Que tornam-se reais meus instantes Santana meu poema sem pecado Vargem do meu devaneio poético Busco dentro de ti, tua figura Sou pequeno eu sei para …

LEIA MAIS →

Inevitável

O amor não escolhe momento, é mistério e força da existência, o amor não é um plano, é o vento e a brisa que suaviza a tarde, o amor não é uma dúvida, é a certeza do próximo minuto, do amanhecer, o amor não é uma dor, é a calma …

LEIA MAIS →

Praça da Fonte (Minha Saudade)

Água colorida, água da vida Sonhei na saudade das tuas cores Jardim florido, mundo colorido Brisa perfumada das tuas flores. Tu torna-se contexto do poema Tu torna-se realidade Tu fonte luminosa Tu és a poesia da cidade. Nas tuas águas recordei o menino Nos teus bancos os casais enamorados A …

LEIA MAIS →

Somente Nos Teus Lábios …

Às vezes fico olhando o mar, eu te amava demais… e você se foi, não venha visitar meus sonhos, trazendo seu sorriso, não nesta noite por favor, o mar já havia me contado que você iria partir, eu não entendo mais nada, não posso acreditar em você, amanhã jogarei suas …

LEIA MAIS →