A Lua e A Noite

Das lamúrias dos cães Das mechas de escuridão Surge, a lua, Atrás dos montes … Atrás das moitas… Atrás das nuvens… O véu negro dá passagem, sem coragem àquele novo foco de luz, que se conduz E a noite sem ter alternativa, Deixa-se levar, evasiva… Horas a dentro se findando… …

LEIA MAIS →

Paraíso de Drogas

Falaram de um paraíso na terra. Choquei! Esta foi demais. Os paraísos comprados que são artificiais. É o inferno “paraíso” que procura a juventude, que ceifa vidas em flores, jovens vidas em plenitude. Satisfação de momento, que na fumaça se esvai; o purgatório da mãe, o inferno real do pai. …

LEIA MAIS →

Imortal

Do dia para a noite, da luz para as trevas, o sol mergulha no horizonte com seus raios quentes e dourados, a lua emerge serena, arrastando as estrelas, como uma esteira de diamantes, noite e dia, vigília e sono, ouço o ruído dos trens e a solidão da noite, nas …

LEIA MAIS →

Chernobyl, nunca mais

  Que mundo louco o que vivo Que se torna radioativo Nesta maldita era atômica Como posso ser feliz? Meu nobre sentimento diz Não tenho a vida biônica. Mundo da radioatividade Que não traz felicidade. No viver do dia a dia Eu vejo e sinto a maldade Dos homens, a …

LEIA MAIS →