OutrosPolítica

Vice-prefeito visita a Atremar e parabeniza associados pelo Dia do Catador

O Vice-Prefeito de Três Pontas, Erik dos Reis Roberto, esteve na Associação Trespontana de Catadores de Materiais Recicláveis (Atremar) para ver de perto o trabalho que ela vem desenvolvendo. Hoje, 65% da Cidade são atendidos pela Coleta Seletiva, evitando que muitos materiais recicláveis tenham o destino incorreto.

Os associados mostraram para o representante do Executivo todas as etapas que o material passa no barracão, desde a separação até a prensa e pesagem dos recicláveis recolhidos na zona urbana do Município. Contaram ainda que os fardos são encaminhados aos compradores, que por sua vez, levam o material para as indústrias recicladoras.

Erik Roberto parabenizou a equipe pelos resultados obtidos pela Atremar no ano de 2014. Segundo levantamento, graças ao recolhimento dos recicláveis na Cidade, foram economizadas aproximadamente 300 toneladas de petróleo, cerca de 1.200.000.000 litros de água na reciclagem de papel/papelão e metal e poupadas do corte cerca de 3.600 árvores.

Na visita, o Vice-Prefeito e os associados tomaram um café servido em homenagem ao Dia Nacional do Catador que é comemorado em 28 de abril. Eles agradeceram a parceria com a Prefeitura Municipal e o apoio do Executivo na ampliação da Coleta Seletiva Solidária em Três Pontas.

(Fonte: Assessoria de Imprensa/Prefeitura Municipal de Três Pontas)

Notícia anterior

Concurso da Prefeitura de Três Pontas sofre novas alterações

Próxima notícia

Não contadores já podem ter noções de contabilidade

Arlene Brito

Arlene Brito

Jornalista formada pelo Centro Universitário do Sul de Minas (Unis-MG). Atuou em praticamente todos os órgãos de imprensa de Três Pontas (MG): TV Cidade, Rádio Três Pontas, Jornal Tribuna, Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, Jornal Correio Trespontano e agora está à frente do site Sintonizeaqui. Indicada para compor a equipe de assessoria de imprensa do Governo de Minas Gerais (2003/2010), optou por continuar em sua Terra Natal registrando os principais fatos e acontecimentos e, assim, ajudar a escrever a história do Município conhecido internacionalmente como a Capital da Música e do Café.