Qualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Covid-19 – Hospital de Três Pontas precisa de dinheiro para comprar Equipamento de Proteção para médicos, enfermeiros e outros colaboradores

“Que bom ver o engajamento de todos, essa animação, essa vontade de fazer com que a nossa Santa Casa possa estar cada dia melhor. Esses recursos vão nos ajudar muito e poderão permitir que possamos receber todos que venham a ser acometidos por esse mal da Covid ou qualquer outro mal que venha ocorrer com algum de nós ou ente familiar. Este é o nosso propósito: cuidar bem neste momento em que as pessoas mais precisam. Juntos podemos mais”.

As palavras são do provedor do Hospital São Francisco de Assis, de Três Pontas, Michel Renan Simão Castro. Em áudio postado em grupo criado no aplicativo WhatsApp, denominado “O hospital é nosso!”, ele agradece a todos que estão se envolvendo em uma campanha de arrecadação de fundos para a instituição. A Santa Casa precisa de recursos para dar segurança aos profissionais no combate ao novo Coronavírus, consequentemente, para amparar com qualidade a todos os pacientes.

De acordo com o Comitê Hospitalar de Enfrentamento à Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars)/Covid trabalhar com um vírus que exige precauções de contato e respiratórias eleva os gastos com Equipamento de Proteção Individual (EPI). O Comitê afirma ainda que é preciso manter os estoques de EPI adequados para a segurança dos médicos, dos colaboradores da enfermagem, da limpeza, da lavanderia dentre outros setores.

Sequenciando, o provedor explica que os EPIs precisam ser regulamentados pelos órgãos competentes, daí a importância da doação em dinheiro. O Hospital, destaca Michel Renan, fará a aquisição dos materiais que se enquadram às demandas e também às normas. A compra de medicamentos é outra destinação prevista para a colaboração dos trespontanos.

Como ajudar?

As doações, de qualquer valor, podem ser feitas via depósito bancário para a Santa Casa de Misericórdia Hospital São Francisco de Assis (CNPJ 25.268.012/0001-22)

Sicoob
Agência: 3177
Conta: 5.185-3

Banco do Brasil
Agência: 0421-9
Conta: 4066-5

Entrega direta

Quem preferir pode deixar a contribuição financeira diretamente na Santa Casa de Três Pontas. Uma caixa foi colocada na portaria central e outra na guarita da instituição para o recebimento. 

Dificuldades a caminho

Michel Renan esclarece que embora haja previsão das esferas federal, estadual e municipal para o combate ao Coronavírus, o auxílio ainda não chegou à Santa Casa trespontana. O provedor visualiza que a instituição poderá atravessar mais um período econômico difícil, principalmente porque há cerca de 15 dias estão praticamente parados os atendimentos particulares, de convênios e pacotes – que foram significantemente ampliados na dinâmica financeira implantada desde que assumiu a provedoria, há aproximadamente três anos. “Essas cirurgias são fundamentais para a nossa sobrevivência porque é nelas que conseguimos angariar recursos para pagar as necessidades do Hospital”. Assim, Michel Renan assegura que todo recurso que aportar na Santa Casa será “muito bem empregado e haverá prestação de contas”.

Campanha foi iniciada e é coordenada por trespontano que mora na Itália

A campanha foi idealizada por Bruno Tardiolo. O voluntário, ao perceber as dificuldades que a Itália – país onde vive, tem enfrentado para combater o Coronavírus, entrou em contato com o Hospital São Francisco de Assis com a intenção de ajudar sua terra natal por meio de sugestões e, principalmente, de doações que possibilitem a compra de EPIs. “O pessoal que trabalha na linha de frente lidando com as pessoas infectadas estão arriscando a vida. Vamos continuar unidos porque assim o Hospital de Três Pontas sairá forte desta epidemia que está massacrando muitos países”, convoca.

Bruno Tardiolo segue propagando algo que é também muito importante neste momento: serenidade. “Espero que Três Pontas passe rapidamente por isso sem consequência grave, em pequenas proporções e, se Deus quiser, a gente vai sair dessa. Quero que cada um de vocês saiba que somos importantes e que estamos dando exemplo de cidadania e de amor ao próximo”.

Fique em casa!

Até o momento, segundo o Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura nesta terça-feira (31), Três Pontas tem 11 casos suspeitos de Coronavírus aguardando resultado de exames realizados.  Três outros casos já foram descartados. O número de casos suspeitos por síndrome gripal é 74.

A recomendação da Administração ainda é para as pessoas ficarem em casa, indicação apoiada  pelo Comitê Hospitalar de Enfrentamento à Sars/Covid. 

 

Notícia anterior

No carro ou em casa - Três Pontas adota novo esquema de vacinação de idosos contra a Gripe

Próxima notícia

Câmara de TP realiza sessão presencial e enxuga pauta cheia. Projeto de urgência também integrou a ordem do dia