Qualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Especial – Saúde e estética bucal refletem na qualidade de vida e na socialização Cuidados com os dentes e com a boca são indispensáveis, explica Dr. Alisson de Oliveira Pereira

Dr. Alisson Pereira Centro Odontológico Três Pontas 1

Dr. Alisson Pereira explica que a saúde bucal reflete na saúde como um todo e que cuidar também da estética dentária é fundamental para a socialização

Cuidar do corpo é uma atitude indispensável para quem quer ter qualidade de vida e presença social. Praticar exercícios físicos regularmente, ter alimentação equilibrada, ingerir pelo menos três litros de água por dia, fazer a higienização oral correta e ainda ir ao dentista periodicamente fazem parte das ações que previnem doenças, além de garantir aparência agradável.

Sim, é verdade! Quem luta por um físico bem definido, mas se esquece da boca pode colocar tudo a perder.  Isto porque a saúde bucal é essencial para o bom funcionamento de todo o organismo, já que dentes, saliva e língua desempenham importante papel no processo digestivo e até de prevenção e combate a vírus e bactérias – como é o caso da saliva. Até mesmo as gengivas precisam de atenção especial porque a constante presença de bactérias nelas pode desencadear complicações cardíacas e pulmonares.

O aspecto também é relevante. Considerados a identidade de uma pessoa, os dentes precisam estar sempre limpos e bonitos. Caso contrário, podem gerar um sorriso capaz de desanimar o receptor. As consequências para quem descuida desse cartão de visitas são graves, dentre elas, baixo autoestima e até exclusão.

Quem explica tudo isso, é o Cirurgião Dentista, Ortodontista e Implantodontista, Dr. Alisson de Oliveira Pereira, do Consultório Odontológico de Três Pontas.

“Se não há saúde bucal, se a estética está comprometida, a pessoa se sujeita a problemas de estômago, inflamações, mau hálito, entre outros. E fatos corriqueiros, tais como, arrumar um namorado, manter um relacionamento afetivo, manter as relações de trabalho e conseguir um emprego se transformam em imensos desafios”, alerta.

Ainda de acordo com o profissional, as causas dos problemas bucais são muitas, mas podem se resumir basicamente em duas: higienização incorreta (ou falta dela) e ausência de tratamento.

Daí a importância de recorrer ao profissional da Odontologia, primeiro passo rumo à saúde bucal. No Consultório – além da detecção de cáries, sisos a serem retirados, inflamações gengivais e demais comprometedores da saúde e da preservação dos dentes – o dentista ensina na prática as técnicas de escovação e uso do fio dental.

“É preciso fazer a limpeza certa para ajudar o exército de defesa impedir que as bactérias destruam dentes, gengiva, enfim, que elas atuem prejudicando a estrutura bucal e afetem outras áreas do organismo”, completa Dr. Alisson. 

Então, no primeiro momento, a dica é ir ao dentista e aprender. Depois praticar as técnicas de higienização cerca de 15 minutos após todas as refeições e também antes de dormir. Dr. Alisson esclarece que a noite o fluxo de saliva diminui. A limpeza é um reforço para o exército de defesa que, neste período está em baixa.

“Os cuidados devem ser mais rigorosos para quem apresenta problemas gengivais”, destaca.

Odontologia avança e oferece técnicas e tecnologia de altíssimos níveis

Dr. Alisson Pereira Centro Odontológico Três Pontas 2

“Avanços da Odontologia possibilitam tratamentos personalizados e de alto nível em diversas áreas, por exemplo, de implantes dentários”, explica Dr. Alisson

Nos últimos 20 anos, a Odontologia avançou significantemente e o Brasil se firma cada vez mais como referência mundial em áreas da saúde, dentre elas, tratamentos estéticos odontológicos.

Dr. Alisson Pereira cita que hoje existem materiais de altíssimo nível, por exemplo, para aparelhos corretivos e implantes. Aliadas à tecnologia estão técnicas que tornam os tratamentos personalizados, mais rápidos, confortáveis e eficientes. Para ilustrar, o Cirurgião Dentista trespontano cita que atualmente é possível até realizar enxertos ósseos para reabilitar uma pessoa que precisa de implante dentário.

Acessibilidade

Vontade. É este o principal recurso que um paciente precisa ter para se submeter ao tratamento odontológico, inclusive, no segmento estético.

O restante é questão de conversa e adaptação. Segundo Dr. Alisson os custos variam caso a caso, mas em todos eles, o parcelamento é uma realidade. Isto facilita e democratiza o acesso ao Consultório e aos cuidados – dos mais simples aos mais sofisticados – que são executados pelo dentista.

“Felizmente, hoje existe esta facilidade e posso dizer que só não trata, não só cuida da saúde bucal quem não quer”, finaliza Dr. Alisson.

Previous post

Semana Santa – Fé e Tradição prevalecem nas festividades

Next post

Dia das Mães – “Selfie” mais curtida levará 01 vale-compras no valor de R$ 600