Luto

Luto na Educação – Três Pontas perde fundadora da Escola Peixinho Vermelho

Arlene Brito

Faleceu na manhã desta segunda-feira (29), Dalva Barros de Andrade Castro. Trespontana Honorária, “tia” Dalva – como era carinhosamente chamada pelos conterrâneos de coração –  fundou há 44 anos o Jardim de Infância Peixinho Vermelho. A instituição para crianças em início de aprendizagem escolar mais tarde se transformou na Escola Peixinho Vermelho, integrante do método de ensino da Rede Pitágoras. 

As festas e formaturas por “tia” Dalva organizadas eram belas e memoráveis. Como citou o integrante da equipe da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo de Três Pontas, Maurinho Bueno, em rede social: “mulher batalhadora e guerreira, sempre voltada pro social, jamais deixou de ser esposa e mãe dedicada. Amiga de todos que tiveram o privilégio de com ela conviver. Deixa um legado de amor às crianças e ao próximo”.

“Tia” Dalva estava hospitalizada em Belo Horizonte. Seu corpo está sendo transladado. Ainda não foram confirmados os horários de chegada a Três Pontas e do sepultamento – que deverá acontecer na manhã desta terça-feira (30). 

Dalva Barros de Andrade Castro: mulher que brilha!

“Educar com ternura e amor” – Dalva Barros de Andrade Castro (Foto: Maurinho Bueno)

Filha de Amado Barros de Andrade e Onofra Moreno de Andrade, Dalva Barros de Andrade, nasceu no dia 8 de junho de 1945, na cidade de Santana da Vargem.

Iniciou seus estudos no Grupo Escolar Rural de Santana da Vargem, onde concluiu o primário. Na Escola Normal Coração de Jesus, em Três Pontas, cursou o Ginásio e também o Magistério. Formou-se em Pedagogia e Orientação Educacional na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Varginha. Fez pós-graduação e especialização em Educação Pré-Escolar na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Sion, na cidade de Campanha. Concluiu o curso de Administração Escolar na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, de Boa Esperança. Nesta mesma Faculdade, o curso de Inspeção Escolar.

Iniciou seus trabalhos na área da Educação na Escola Estadual Solange Mendonça Reis, em Três Pontas. Assumiu o cargo de orientadora educacional e vice-diretora na Escola Estadual João de Abreu Salgado. Lecionou também na Escola Estadual Cônego José Maria Rabelo e Escola Estadual da Fazenda Boa Vista.

Em maio de 1965, casou-se com Antônio de Lima Castro, nascendo desta união quatro filhos: Maria Cristina, Adriana, Juliana e Carlos Henrique. Seus filhos lhes deram os netos: Matheus, Júlia, Miguel e Rafael.

Ao lado de seu esposo, Dalva conseguiu realizar seu ideal, formando os filhos Maria Cristina (psicóloga), Adriana (advogada e psicóloga), Juliana (fisioterapeuta e médica endocrinologista) e Carlos Henrique (médico cirurgião vascular).

Em 8 de abril de 1974, concretizou seu sonho, marcando sua história na Educação trespontana, com a fundação de sua própria Escola, a Peixinho Vermelho.

Empreendeu sua luta, incansável, sem medir esforços, atravessando barreiras e vencendo desafios, anos após anos, sempre em busca do aprimoramento.

Praticante da fé cristã católica, Dalva educou pelo exemplo. Foi integrante do Grupo Pioneiros do Evangelho, liderado pelo Padre Wallace, levando a palavra de Deus a muitos irmãos do meio rural.

Diretor da Wofse Produções, Willian Rosa e “Tia” Dalva – Mulher que Brilha 2017

Recebeu no dia 30 de novembro de 2000, o título de Cidadã Honorária Trespontana, pelos relevantes serviços prestados neste município, homenagem da Câmara Municipal de Três Pontas.

Mesmo com tantas responsabilidades, nunca faltou tempo para participar de campanhas beneficentes e socorrer a cada um que dela necessitasse, quer financeiramente, quer com a presença e apoio.

Em 2017, foi homenageada pela Wofse Produções, do ‘promoter’ Willian Rosa, no evento Mulheres que Brilham, sendo a campeã de votos entre as indicadas ao título. Na oportunidade, descreveu que se sentia envaidecida e agradecida a Deus em primeiro plano, ao marido, filhos, genros, nora e netos, sem esquecer os demais familiares e amigos, alunos e equipe da Escola Peixinho Vermelho-Rede Pitágoras.  

Notícia anterior

Cocatrel participa da Semana Internacional do Café

Próxima notícia

Nota de Falecimento - "Tia" Dalva, da Escola Peixinho Vermelho