Qualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Saúde confirma mortes por Gripe H1N1 no Sul de Minas e reforça necessidade de vacinação; em Três Pontas campanha vai até sexta-feira

Na última quinta-feira (23), a Prefeitura Municipal de Campo Belo confirmou a morte de um homem de 54 anos vítima do vírus da Gripe H1N1. De acordo com a Secretaria de Saúde, este foi o segundo caso comprovado da doença no Sul de Minas neste ano. Também em Campo Belo, outros três pacientes com suspeita da enfermidade, incluindo uma criança, passaram por tratamento e os casos estão sendo investigados.

A confirmação da circulação do vírus na região reforça a necessidade de vacinação, cuja Campanha Nacional contra a Influenza se estende até nesta próxima sexta-feira (31). Em Três Pontas, todos os postos de Saúde ainda possuem doses disponíveis para serem aplicadas nos grupos indicados à imunização gratuita. São eles:

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos
  • Gestantes
  • Puérperas até 45 dias após o parto
  • Idosos com 60 anos ou mais
  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
  • Trabalhadores em Saúde
  • Professores da rede pública e privada
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
  • População privada de liberdade
  • Funcionários do sistema prisional

Aos 90 anos, dona Veni esteve na Policlínica nesta quarta-feira (29). Ela e um grupo de amigas aproveitaram a tarde ensolarada para cuidar da saúde. Comunicativa, enquanto aguardava a chamada para a sala de vacinação, recordou o tempo em que atuou como empreendedora. Contou que veio do Paraná e que por longa data manteve um restaurante aqui na cidade. 

Dona Veni aproveitou a tarde de hoje (29) para se vacinar contra a Influenza

Questionada sobre o segredo para tanta beleza e disposição, dona Veni respondeu que procura manter corpo e mente ocupados. Fisioterapia, Pilates, bingo e boas amizades são alguns ingredientes que, citou, proporcionam a ela  qualidade de vida. Além disso, dona Veni não abre mão da prevenção, então, estava lá no centro de Saúde, buscando o recurso para afastar do seu caminho a Gripe e complicações da doença.

Mesmo aos prantos, o pequeno “Teo” recebeu mais uma prova de amor e de responsabilidade dos pais. A mãe, a advogada Gilmara Pereira, foi firme ao explicar para o garoto que aquela picadinha era importante para que ele cresça lindo e saudável. Prometeu que, depois, eles iriam saborear um belo sorvete para aliviar o incômodo e comemorar, afinal a missão estava cumprida: “Teo” entrou para a estatística das crianças trespontanas devidamente vacinadas.

Teo chorou um pouquinho, mas entrou para a estatística de crianças devidamente vacinadas em Três Pontas

“Gripe é doença séria, vacine-se”

Coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) no setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde de Três Pontas, Lara Miranda Silva alerta para a importância das pessoas serem vacinadas antes da chegada do inverno, já que baixas temperaturas e clima seco favorecem o surgimento das gripes, resfriados e doenças respiratórias.

A enfermeira destaca ainda que, além da vítima de Campo Belo, o vírus H1N1 já levou à morte três pessoas em Belo Horizonte, uma em Juiz de Fora (Zona da Mata) e uma em Andrelândia (Sul de Minas)

No estado, em 2019 foram confirmados, até o momento (23/05), 56 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causados pelo vírus da Influenza (Gripe). Desses casos, seis evoluíram para o óbito.

 

Notícia anterior

Câmara: Novos recursos ajudarão no combate à Dengue, Chikungunya e Zica em Três Pontas

Próxima notícia

Pensão por morte - quem tem direito? quanto tempo dura o benefício? Estas são algumas dúvidas esclarecidas por Dra. Poliana Azevedo. Confira!