Outros

Alerta para o perigo das queimadas – prática desrespeita a segurança e a vida, inclusive de pessoas

Altas temperaturas, com máximas variando de 25 a 31 graus e, até o momento, nenhuma chuva à vista. Essa é a previsão do tempo para Minas Gerais no decorrer de agosto, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia.

Com a seca se acentuando, surge um grande problema para a saúde, meio ambiente e até para as donas de casa que geralmente ficam revoltadas quando se deparam com fuligem caindo nos quintais ou em roupas no varal. Além de tudo isso, as QUEIMADAS ameaçam a segurança de bens públicos e privados, tais como imóveis e linhas de transmissão, e colocam em risco também pessoas. No domingo (2), um acidente gravíssimo ocorreu no km 76 da BR-277, em São José dos Pinhais, no Paraná. A má visibilidade no local, devido a nevoeiro, aliado à fumaça gerada por uma queimada provocou engavetamento de 22 veículos sendo 16 carros (um deles da Polícia), cinco motocicletas e um caminhão. O acidente resultou em 34 vítimas, oito delas fatais. Uma segue internada em estado muito grave, conforme apurou a Agência Brasil. 

A má visibilidade no local, devido a nevoeiro, aliado à fumaça gerada por uma queimada provocou o acidente (Crédito: reprodução)

Evitar a queimada, não deixar que ela aconteça é um pedido insistente do Corpo de Bombeiros, dentre outros cidadãos que se sentem incomodados, prejudicados, ameaçados pela ação. “As queimadas são, juntamente com os desmatamentos, os nossos principais problemas ambientais, por isso cada cidadão deve estar bem informado sobre como preveni-las”, divulga o CBMMG.

Prática comum no Brasil, destinada principalmente à limpeza de terrenos para plantios, a queimada provoca prejuízo ao solo. Além de eliminar nitrogênio, potássio e fósforo – entre outros nutrientes, ela diminui a umidade, consequentemente, há uma redução na capacidade produtiva da terra e prejuízos acentuados para a flora e a fauna.

Do ponto de vista técnico, o fogo nada traz de benefícios à agricultura e ainda degrada a qualidade do ar. Outra influência ruim da queimada recai sobre a atmosfera, com redução da camada de ozônio e aumento do efeito estufa.

Em relação à saúde, essa prática primitiva pode provocar problemas respiratórios, tais como bronquite, asma, sinusite, rinite alérgica e ainda problemas cardiovasculares e agravamento de doenças crônicas. Crianças e idosos são os que mais sentem os efeitos negativos.

Voltando ao Corpo de Bombeiros, ontem (4), o Comando de Lavras foi acionado e segundo o solicitante um incêndio avançava sentido às casas no bairro Caminho das Águas, situado na zona Norte do município. No local, a equipe constatou grande linha de fogo em uma região de mata. “Devido às características do terreno e intensidade, o combate direto seria inviável por questões de segurança, então, a guarnição optou por fazer o combate indireto às chamas, sendo posteriormente feito o monitoramento de modo a impedir que o mesmo atingisse as residências”, descreveu. A 2ª Companhia divulgou ainda que simultaneamente ocorriam queimadas em vegetação em outros bairros no município dificultando os trabalhos dos Bombeiros.

Lavras registrou vários incêndios em regiões de mata na última terça-feira, dificultando a ação dos Bombeiros (Crédito: reprodução CBMMG)

Em Três Pontas, recentemente, um senhor lamentou o prejuízo. Dono de um pequeno cafezal na região da Pedreira, saída para o Distrito do Pontalete, ele viu o trabalho de anos e parte da produção esperada para esta safra serem consumidos rapidamente pelas chamas. “Alguém pôs fogo aqui”, afirmou indignado diante da falta de respeito.

Abaixo, fotos enviadas por internauta trespontana que acompanha o trabalho do SintonizeAqui e que se diz enraivecida com a ação – cujos danos, observou a colaboradora – “ultrapassam as cercas da propriedade rural”. 

Queimada – dicas de prevenção

  • Ao trafegar pelas estradas e rodovias, não lance pontas de cigarro pela janela do veículo, pois com a baixa umidade desse período, a vegetação seca se incendeia com muita facilidade.
  • Não jogue lixo por aí. As latas de metal, os cacos e garrafas de vidro podem se aquecer ao sol e acabar dando origem às queimadas.
  • Vale destacar que conforme o Art. 54, § 2º da Lei de Crimes Ambientais (nº 9605/1998), a queima doméstica de qualquer tipo de resíduo é um ato criminoso, pois causa danos diretos à saúde da população e pode provocar a morte de animais e a destruição da vegetação. Se o indivíduo for flagrado realizando queimadas, poderá ser penalizado com  detenção de um a quatro anos, e multa. 

“Pequenas atitudes podem fazer grandes diferenças. Seja sempre um amigo da natureza. Faça a coisa certa!” (CBMMG). 

Notícia anterior

Coronavírus - Vítimas fatais possuíam comorbidades, segundo Boletim da Prefeitura de TP

Próxima notícia

Coronavírus - Três Pontas tem 10 novos casos em 24 horas