Outros

Biskookie – Trespontanos se deliciam em loja especializada em bolachas e biscoitos São mais de 50 sabores para atender às preferências e necessidades

É tradição em Minas Gerais tomar um bom café. E claro, esse café fica melhor ainda se estiver acompanhado de uma boa quitanda. E uma das variedades mais comuns e tradicionais são as bolachas e biscoitos. Quem não se lembra daquela receita feita pela avó, pela mãe ou por algum parente querido? Mas o tempo passa e tudo evolui. A história das bolachas e biscoitos não é diferente. Hoje ainda existem pessoas que fazem as tradicionais receitas em casa. Mas a correria diária faz com que muitos busquem produtos prontos. E para atender essa necessidade é que surgem estabelecimentos como as biscoiterias.

Em terra de café, bolacha caseira está entre os acompanhamentos preferidos

Atualmente é possível encontrar diversas variedades de bolachas. Desde as receitas tradicionais com farinha, incrementadas com outros ingredientes comuns como gotas de chocolate, coco, doce de goiaba e doce de leite. Até as receitas mais sofisticadas, que deixam de lado os ingredientes base tradicionais e utilizam outros como a farinha integral de arroz, o óleo de coco, o cacau puro, todos combinados com os grãos funcionais (gergelim, chia, quinoa, linhaça, castanhas). Tudo para atender os mais exigentes paladares, as dietas e reeducações alimentares, e também as limitações naturais da saúde, como a intolerância ao glúten ou à lactose.

Em Três Pontas (MG), a população já conta com uma loja específica do ramo. Uma biscoiteria com mais de 50 opções em bolachas e biscoitos doces e salgados. A Biskookie Biscoiteria foi fundada em 2017 e surgiu do sonho de dois irmãos que sempre foram consumidores assíduos de bolachas. Desde pequenos já saboreavam algumas receitas feitas pela mãe. E o gosto só aumentou. E assim, uniram o útil ao agradável e apostaram no novo modelo de negócio. A ideia foi concretizada com o apoio de Jussimara Brito, esposa de André. São pioneiros na cidade e pretendem expandir o modelo na região.

Na Biskookie o consumidor encontra bolachas e biscoitos vendidos por quilo ou em pacotes. São bolachas achocolatadas, com coco, amanteigadas, recheadas com goiaba, sequilhos, torradinhas salgadas e biscoitos de polvilho. E também há uma linha especial com cookies integrais, bolachas zero açúcar, zero lactose, zero glúten, que integram inclusive as dietas veganas. Opções para todos os gostos e necessidades. Ainda não conhece a Biskookie? Faça uma visita pessoal na Rua Frei Caneca, 107, Centro, ou uma visita virtual nas redes sociais (@biskookiebiscoiteria) e encha os olhos antes mesmo de degustar os produtos.

Atualmente a Biskookie oferece também uma linha especial chamada “Sabores do Verão”. O período de calor também pede uma bolacha leve que vai muito bem acompanhada de um suco ou chá gelado. Dentro dessa categoria os consumidores encontram na loja bolachas de maracujá, limão, erva doce, maçã com canela e recheada com banana. São todos sabores exclusivos da biscoiteria. A Biskookie trabalha também com doces de leite e geleias.

Quer presentear alguém? Na Biskookie também você encontra opções de embalagens especiais para presente. São cestas personalizadas, montadas de acordo com a necessidade do cliente, latas e vidros delicados que são um mimo para agradar aquela pessoa especial em qualquer ocasião. E como dizem por aí, presentear com biscoitos dá um toque de elegância.

Bolacha ou Biscoito?

A origem da palavra biscoito está em duas palavras: “bis” e “coctus”, que significam cozido duas vezes. E qual é o certo, bolacha ou biscoito para determinar os produtos existentes no mercado?

Verão gera linha especial de sabores na empresa trespontana

A dúvida é antiga. E ainda levanta muita polêmica. Ambos os termos são utilizados para definir em muitos casos o mesmo item. E o significado varia de acordo com a região ou cultura local. O certo é que, conforme explica a professora da PUC-SP, Sueli Carrasco, a diferença está na forma de preparo. Ambos, biscoito e bolacha, são feitos com massa de farinha de qualquer cereal, com ou sem açúcar, gordura ou levedura. Normalmente as bolachas são secas. Já os biscoitos podem ser secos ou úmidos. E apesar da grande variedade de opções, as bolachas têm uma característica inconfundível. Sempre são de forma plana, achatada. E os biscoitos raramente são fabricados nesse formato.

Um pouco de história

A origem das bolachas vem da Grécia Antiga. Os gregos naquela época combinaram o mel (ainda não existia açúcar), o leite e a canela com a receita de pão egípcia. E assim surgiram os primeiros exemplares. Os romanos também contribuíram e aprimoraram as receitas com a criação de fornos o que garantiu mais crocância às receitas. Os árabes que sempre dominaram a arte de combinar ingredientes e especiarias e no momento da invasão da Península Ibérica, traziam consigo enormes potes de barro cheios de biscoitos.

Durante o avanço dos grandes descobrimentos e as intermináveis viagens marítimas, os biscoitos eram em muitos casos um reforço na alimentação. Eram fabricados com consistência dura para poder durar mais tempo. E para saboreá-los, os desbravadores tinham que molhar os mesmos em sopas ou chás.

Os biscoitos tornaram-se populares na Europa em meados do século XVII. Nessa época foram adicionados essências, chocolates e chás para formar novos sabores e estimular as vendas. Com as novas criações e crescimento das vendas, novos métodos de fabricação foram criados. Foi o início da industrialização no ramo.

Na Biskookie, mais de 50 sabores atendem às preferências e necessidades

Na época, os Estados Unidos eram grandes importadores de biscoitos ingleses. Os americanos ainda não possuíam equipamentos necessários para fabricação. Mas ao perceberem a possibilidade de crescimento do setor, logo montaram suas primeiras fábricas. A importação inglesa diminuiu e até o nome antes utilizado, “biscuit”, foi substituído pelo termo “cookie”.

O mais famoso dos biscoitos foi criado em 1874, para comemorar as bodas da duquesa, Maria Alexandrovna, da Rússia, com o Duque de Endiburgo. Na época, uma pequena padaria inglesa criou o mundialmente conhecido “biscoito Maria”, com o nome da Grã-Duquesa escrito sobre ele.

O biscoito Maria seguiu sua história pela Europa e tornou-se parte da cultura espanhola. Durante anos da guerra civil, a Espanha esteve mergulhada em crise e em uma pobreza profunda. Com o final da guerra em 1939, a prioridade era produzir alimentos suficientes para o cidadão, no caso, o pão. Assim foram plantadas muitas lavouras de trigo e o excedente foi utilizado pelos padeiros para produzir os biscoitos Maria. O que foi considerado símbolo de prosperidade na economia daquele país.

(Fotos: André Rosa)

 

Notícia anterior

Vimi Café Gourmet de Três Pontas se prepara para divulgar os 8 finalistas do Concurso Café com Poesia

Próxima notícia

MPMG recomenda que não sejam criados novos cargos públicos em Três Pontas