OportunidadesTopo

FECOM é concluída em Três Pontas com sucesso de vendas e de participação da comunidade

Uma coisa é certa: a 6ª Feira de Negócios Cocatrel Minasul (FECOM) superou as expectativas. O volume de negócios ainda não foi divulgado, mas já é possível afirmar que o evento atingiu todos os objetivos traçados pelas cooperativas realizadoras. Produtores de café, de cereais e hortifrutigranjeiros aproveitaram as oportunidades. Especialmente na cafeicultura, o momento é delicado. O mercado entrou em ciclo de preços baixos, o que exige cautela. No entanto, o cooperado sabe que não pode descuidar das lavouras, da colheita que está chegando e encontrou na FECOM máquinas agrícolas, insumos, implementos e – principalmente – aberturas de negociação que levaram às necessárias e satisfatórias compras. Um desses caminhos foi a troca das mercadorias por café – sistema “barter”.

“Estamos muito felizes. A Cocatrel mostrou mais uma vez que seu papel é trabalhar em prol do cooperado. E os nossos cooperados vieram e conseguiram adquirir a preços melhores inúmeros produtos que serão fundamentais para o cotidiano na propriedade, nas lavouras. Foram realizadas muitas vendas, mesmo nesta época em que o mercado de café – pressionado pelo dólar – está em queda. Conversando com um expositor, por exemplo, ele comemorou a superação das vendas em relação ao ano passado”, registra o presidente da Cooperativa, Marco Valério Araújo Brito.

Visível foi ainda a presença de produtores não cooperados. Marco Valério observa que trespontanos e moradores das cidades onde a Cocatrel tem filiais prestigiaram a Feira, conheceram instalações da Cooperativa e a maneira de atuar da empresa, visitaram os estandes, conversaram com quem já desfruta dos benefícios do cooperativismo. Enxergaram as vantagens de ser um cooperado e correram se tornando um deles. Aliás, em média, a Cocatrel tem recebido três adesões por dia. Em 2018, a Cooperativa bateu recordes de recebimento de café e também da chegada de novos cooperados.

Cocatrel e sociedade juntas 

A comunidade também foi à FECOM e viu de perto que a Cocatrel é muito mais do que um grupo de cafeicultores. Ao adentrarem o espaço – preparado para o negócio – professores, estudantes, famílias inteiras sentiram que da união da classe produtora – importantíssima para o desenvolvimento socioeconômico de Três Pontas – surgiu uma produtora de sustentabilidade, mas também de alegria, de diversão, de inclusão.

A contadora de histórias, Adriana Galo; a marca de brinquedos Estrela; a Mini Fazenda com os pequenos pôneis, lhamas, vaquinhas, porquinhos da Índia; o jardim sensorial; a recreação com “Tia Hellen” proporcionaram vivências… mas também máquinas “gigantes” chamaram a atenção dos pequenos. Fácil, fácil foi perceber brilho no olhar de meninos diante de tratores, de derriçadeiras… O artesanato comprovando criatividade e talento da nossa gente; os cosméticos, a cadeira de massagem… O chopp, os tira-gostos, a música boa das Três Pontas completaram a lista de atrativos.

De acordo com Marco Valério, a Cocatrel tem se empenhado no sentido de atuar junto à comunidade, evidenciando suas responsabilidades sociais, ambientais e econômicas. Para o presidente da Cooperativa, é gratificante ver a família participando das tomadas de decisões, ver a garotada acompanhando os pais até à FECOM. “A gente fica feliz e orgulhoso ao ver a alegria das crianças no ambiente da Feira, ficamos felizes em atrair a sociedade para conhecer, entender e se interessar um pouco mais pelo mundo do café. A Cocatrel entende que as crianças serão os futuros consumidores e os futuros administradores das fazendas e das cooperativas, então, para nós, esta participação delas aqui é uma sinalização para a sucessão”.

Festival de Food Truck, apoio à iniciativas culturais, eventos abertos à população que acontecem periodicamente na Cafeteria Cocatrel são outras ações de inclusão assinadas pela Cooperativa.

Ainda este ano: mais FECOM, mais bons negócios

A FECOM está consolidada, assegura Brito. A Feira, em março, tem as máquinas agrícolas como o principal foco. Já em setembro serão os insumos “as grandes estrelas” do evento.

A 6ª Feira de Negócios, que movimentou Três Pontas de terça (26) e ontem (28), foi realizada pela Cocatrel em parceria com a Minasul, apoio da Mahindra Tratores e Unimed Três Pontas e houve participação da Cooperativa Agropecuária do Vale do Sapucaí (Coopervas) e da Cooperativa Mista dos Produtores Rurais de Bom Sucesso (Cooperbom).  

 

Notícia anterior

FECOM Tecnologia - Agrotopus apresenta "Fazenda Digital" aos cafeicultores de Minas Gerais

Próxima notícia

Tem plantão de farmácias em Três Pontas neste último final de semana de março