Qualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Quer se proteger da gripe? Então, vacine-se! Até o momento, MS não anunciou prorrogação em nível nacional

Vacinação Contra a Gripe 1

Segundo Ministério da Saúde, é fundamental as pessoas se vacinarem no período da Campanha porque o organismo leva de 2 a 3 semanas para criar os anticorpos de proteção. Período antecede o de maior circulação do vírus da gripe que vai do final de maio até agosto

Gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, crianças de 6 meses a 5 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais, detentos e funcionários do sistema prisional, indígenas, profissionais da saúde e doentes crônicos (diabetes, hepatites, bronquite, cardíacas etc). Todos os brasileiros que se enquadram nesses grupos precisam tomar a vacina contra a gripe.

A Campanha Nacional termina oficialmente nesta sexta-feira (22), portanto, é melhor procurar o posto de saúde mais perto e tomar a dose, via injeção, que protege contra a doença. A imunização atinge os subtipos do vírus Influenza H1N1, H3N2 e B.

Segundo o Ministério da Saúde (MS), o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram a proteção contra a gripe. Por isso, orienta, é importante se vacinar durante a Campanha para garantir essa proteção antes do início do inverno. Ainda de acordo com o órgão federal, a maior circulação da gripe acontece do final de maio até agosto.

A vacina é segura, garante o Ministro, Arthur Chioro, capaz de reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. O medicamento é contraindicado apenas para pessoas com histórico de reação anafilática em doses anteriores e para quem tem algum tipo de alergia grave à proteína do ovo.

Neste ano, a Campanha traz como slogan “Contra a gripe, seu escudo é a vacinação”, mas muita gente parece não se preocupar com as possíveis graves consequências de uma gripe. Até a manhã de hoje (22), o MS divulgou que dos 40.824.258 brasileiros que formam o público-alvo da mobilização, 19.448.154 foram se vacinar em todo o País. O número representa 47,64% da cobertura, mas o Governo tem como meta atingir ao menos 80% do total previsto.

Ainda não há notícias de prorrogação da Campanha em nível nacional, mas alguns estados, por exemplo, São Paulo, Santa Catarina e Alagoas optaram em dar mais alguns dias para quem não se imunizou.

Em 2014, segundo dados do MS, 1.794 pessoas foram internadas em decorrência de complicações da gripe e 326 morreram.

Local

Vacinação Contra a Gripe 3Em Minas Gerais, a meta é vacinar 4.099.373 mineiros. Do montante, 2.127.656 já receberam a dose preventiva, ou seja, 51,90% de cobertura. Na Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Varginha, que abrange 49 municípios, são alvo da Campanha deste ano 178.498 sulmineiros, dos quais 53,74% ou 95.925 foram vacinados.

Em Três Pontas, a meta é vacinar 10.926 habitantes. Até a tarde desta quinta-feira (21) foram aplicadas 6.216 doses, portanto, 56,89%. No entanto, o número de pessoas imunizadas no Município é maior. Isto porque os dados lançados ontem foram parciais.

Profissionais do Serviço de Vigilância Epidemiológica (SVE) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) reforçam que é fundamental a comunidade aproveitar a Campanha para ficar livre da gripe no inverno que se aproxima. Então, convocam eles, “pegue sua caderneta de vacinas e vá bem depressa ao posto de saúde”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícia anterior

Prefeitura de TP prorroga prazo para pagamento do IPTU

Próxima notícia

Farmácias de Plantão em Três Pontas