Qualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Sarampo – Postos de Saúde recebem pessoas de 20 a 49 anos para vacinação; Três Pontas registra caso da doença em criança

Trespontanos de 20 a 49 anos devem se dirigir a uma Unidade Básica de Saúde para se vacinar contra o Sarampo. As salas de vacinação estão funcionando das 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. É importante levar a Caderneta de Vacinas e usar máscara, conforme orienta a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) no setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira Lara Miranda Silva.

O Sarampo é uma doença infecciosa grave. Provocada por vírus, ela é transmitida pela fala, tosse e espirro, é extremamente contagiosa podendo ser contraída por pessoas de qualquer idade. Em 30% dos casos, a doença apresenta complicações e são grandes as chances de sequelas – tais como a cegueira, surdez, convulsões, retardo mental ou ainda levar o paciente à morte.

A prevenção está nas vacinas Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola) e Tetraviral (Sarampo, Caxumba, Rubéola, Catapora). Ambas são encontradas na rede pública gratuitamente e também na rede particular de Saúde.

Esta etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo vai até o próximo dia 30 de junho e é indiscriminada, ou seja, todas as pessoas na faixa etária determinada pelo Ministério da Saúde devem ser imunizadas.

Três Pontas registra caso de Sarampo após 20 anos

Uma criança de dois anos foi diagnosticada com Sarampo em Três Pontas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o município não registrava casos da doença há pelo menos 20 anos. A ocorrência está sendo acompanhada pelo departamento de Vigilância Epidemiológica e é mais um forte motivo para que a comunidade coloque a Caderneta de Vacinação em dia.

Segundo o Ministério da Saúde, a doença chegou a ser erradicada no Brasil, mas o vírus voltou a circular no país em fevereiro de 2018. Desde então, já acometeu 29.233 pessoas e levou 30 a óbito (dados de março de 2020). Em Minas Gerais, neste corrente ano, já foram confirmados oito casos de Sarampo, sendo 5 em Belo Horizonte, 2 em Juiz de Fora e 1 em Três Pontas.

Doença havia sido erradicada no Brasil, mas vírus voltou a circular no país em 2018 (Crédito: Divulgação)

Notícia anterior

Aplicativo “BoraCar” se integra à rotina de trespontanos oferecendo rapidez, segurança e tarifas econômicas

Próxima notícia

Câmara aprova recursos para ajuda à população em virtude da pandemia