Qualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Apae retoma atendimento em Equoterapia adotando medidas contra a Covid-19 E estreia o Centro Equoar na unidade Rural da instituição trespontana

A Apae de Três Pontas retomou, nesta semana, os atendimentos clínicos em Equoterapia. Além do retorno da prestação desta importante assistência aos usuários, a instituição comemora a estreia do Centro Equoar nas instalações da Apae Rural localizada no Bairro Quatis.

O novo espaço possui infraestrutura de ponta, totalmente adequado às exigências da ABNT voltadas ao segmento. A equipe de reabilitação – financiada pelo Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (PRONAS/PCD) do Ministério da Saúde, atenderá cerca de 60 usuários com deficiência.

Nas fotos acima, equipe do Centro Equoar com a superintendente da Apae de Três Pontas, Rozilda Gama e com o gerente do Centro Especializado em Reabilitação (CER II Físico e Intelectual) da Apae de Três Pontas, Nuno Augusto Alves.


“O Centro de Equoterapia estará aberto às cinco cidades da microrregião de Saúde. Além de Três Pontas, usuários dos municípios de Boa Esperança, Coqueiral, Ilicínea e Santana da Vargem terão acesso ao método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo – dentro de uma abordagem multidisciplinar – na busca pelo desenvolvimento físico, psíquico e até mesmo educacional e social de pessoas com deficiência permanente ou com necessidades especiais temporais”, explica o gerente do Centro Especializado em Reabilitação (CER II Físico e Intelectual) da Apae de Três Pontas e Conselheiro Regional Sul II, Nuno Augusto Alves.

Medidas preventivas

A superintendente da Apae de Três Pontas e 1ª diretora secretária da Federação das Apaes de Minas Gerais (Feapaes-MG), Maria Rozilda Gama Reis, informa que todas as medidas sanitárias no combate à Covid-19 estão sendo adotadas para resguardar os profissionais de reabilitação e os usuários.

Para Rozilda Gama, o retorno do atendimento em Equoterapia traz à família apaeana mais uma sensação de vitória. A superintendente analisa que, apesar do momento crítico imposto pela pandemia, muitas pessoas com deficiência de Três Pontas voltaram a usufruir do método implantado na Apae local há sete anos. Ela reforça que “o Centro Equoar da Apae Rural possibilita a ampliação desse atendimento à nossa microrregião, o que é para nós motivo de orgulho”, e completa: “e todo o processo, desde a recepção dos usuários, é feito com muito carinho, profissionalismo e muita segurança”.


Sintonize mais: Apae De Três Pontas Terá Nova Unidade: Apae Rural Abrigará Oficinas Terapêuticas, Equoterapia E Até “Pet Terapia”

 

Previous post

Bombeiros aumentam recursos na busca por idoso com Alzheimer desaparecido em TP

Next post

Política - Câmara aprova mais 3 Km de asfalto Três Pontas-Pontalete