Aqui Notícias de Três Pontas e regiãoOutrosQualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Atraso em repasses do Governo do Estado compromete pagamento aos profissionais do SAMU no Sul de Minas

Arlene Brito

Samu atende a mais de 2.600.000 cidadãos no Sul de Minas (Foto: Cissul Samu Varginha)

O Governo do Estado não vem honrando as obrigações assumidas junto ao Samu do Sul de Minas e não paga os valores devidos desde agosto. O último repasse efetuado, referente ao mês de julho, ocorreu somente no dia 6 de dezembro.

É o que informa o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macrorregião do Sul de Minas para o Gerenciamento dos Serviços de Atendimento e Ações de Educação Permanente em Urgência e Emergência (Cissul Samu). Em nota enviada à Imprensa, o presidente do Consórcio e prefeito de Andradas, Rodrigo Aparecido Lopes explica que já se esgotaram os recursos financeiros que possibilitaram o funcionamento administrativo e operacional eficiente e responsável do Cissul Samu nos últimos quatro meses. 

O atraso nos repasses começa a gerar reflexos negativos.  Segundo a Nota de Esclarecimento, o 13º salário e as futuras folhas salariais só poderão ser pagos mediante a regularização das parcelas devidas pelo Governo do Estado de Minas Gerais.

Pelo documento, assinado também pelo secretário Executivo Jovane Ernesto Constantini, o presidente lembra que o Samu/192 atende a mais de 2.600.000 cidadãos do Sul de Minas. São profissionais que, analisa Rodrigo Lopes, “jamais deixaram de cumprir com suas obrigações, atuando na mais nobre das missões: salvar vidas”. 

 

Notícia anterior

Meninas Cantoras de Lavras fecham Semana Especial de Natal em Três Pontas

Próxima notícia

Farmácias de Plantão em Três Pontas