Utilidade

Criança de Três Pontas (MG) precisa de ajuda para cirurgia; família de Arthur luta para arrecadar R$ 20 mil

O pequeno Arthur Corrêa Araujo Figueiredo mexe com o coração dos trespontanos e de gente de outras localidades que tem o prazer de se deparar com a criança, um menino que esbanja uma deliciosa alegria apesar de todos os obstáculos que enfrenta desde que nasceu há 4 anos.

Prematuro de sete meses, já no parto Arthur teve várias complicações. Faltou oxigênio. Vieram a Paralisia Cerebral e o diagnóstico de Microcefalia. Com 15 dias de vida sofreu Hemorragia Cerebral. Ficou a Tetraplegia Espática. Arthur não fala, não anda, tem apenas um pouco da visão esquerda, mas um sorriso contagiante.

Arthur tem 4 anos, é um menino sorridente apesar das barreiras que vem transpondo : “um dia de cada vez”, conforme cita a mãe Keler Cristina (Foto: arquivo pessoal)

Ao longo desses quatro anos, o pequeno encarou crises convulsivas de difícil controle e, ultimamente, as pneumonias se tornaram constantes. Exames apontaram o problema que tem levado Arthur às internações hospitalares frequentes: Disfagia Orofaríngea – grau Grave. Resumidamente, isto significa que Arthur tem dificuldade de deglutição, tem refluxos e resíduos de alimentos vão para os pulmões. A perda de peso e a desnutrição estão entre os sintomas da doença.

Diante da descoberta, os médicos decidiram que Arthur deve passar por uma cirurgia para se alimentar. O procedimento se chama Gastrostomia e para evitar o refluxo grave será associado à Fundoplicatura, ou seja, o esôfago será fechado e o garoto se alimentará por uma sonda definitiva tipo Botton. A expectativa é que, assim, Arthur deixe de sofrer com as pneumonias e ganhe peso. Hoje, a balança mostra que ele está com 8,5 quilos e, somente neste ano, esteve cinco vezes internado devido à pneumonia por aspiração.

Vaquinha: família precisa de R$ 20 mil

O paciente e a família correm contra o tempo. Segundo os pais, Keler Cristina e Ronaldo, os médicos afirmam que o caso é grave e que a cirurgia deve acontecer o mais rápido possível.

Esperar por uma oportunidade junto ao Sistema Único de Saúde (SUS) pode ser tempo demais, então, os pais decidiram pedir ajuda, através da “Vakinha”, que acontece oficialmente pelo Facebook. A meta é arrecadar R$ 20 mil.

“Devido aos tratamentos do Arthur, meu marido parou de trabalhar e fica por conta dele, pagamos aluguel, e alguns tratamentos e medicamentos não são fornecidos pelo SUS, não temos condições de arcar com a cirurgia”, relata Keler.

Quem puder ajudar, deve fazer a doação de qualquer valor via boleto ou cartão de crédito pelo Vakinha (Gastrostomia para Arthur). Clique AQUI.

Outro caminho é realizando o depósito bancário. Anote aí os dados.

Agência 0157 (Caixa Econômica Federal)
Operação 013 (Conta Poupança)
Número: 22569-6
Arthur Corrêa Araujo Figueiredo

Ou

Agência 0157 (Caixa Econômica Federal)
Operação 013 (Conta Poupança)
Número: 80442-4
Keler Cristina Correa Araujo Figueiredo

Arthur e os dedicados pais Keler Cristina e Ronaldo (Foto: arquivo pessoal)

Dieta custa R$ 25 por dia

Em caráter emergencial, Arthur está usando uma sonda nasal e é por ela que ele se alimenta. Cada frasco da dieta, com o desconto conquistado por Keler Cristina, custa hoje R$ 25. O menino consome um frasco por dia, portanto, as despesas da família já aumentaram em mais de R$ 700 por mês.

“Pedimos também a quem puder, que nos ajude na compra desses frascos”, finaliza a mãe do sorridente Arthur, antecipando agradecimentos: “nosso Deus lhe pague”.

Devido ao desconto, a compra do alimento está sob responsabilidade de Keler Cristina. Os colaboradores devem, portanto, realizar depósito bancário, e qualquer valor será de extrema utilidade.

Relembre os dados bancários

Agência 0157 (Caixa Econômica Federal)
Operação 013 (Conta Poupança)
Número: 22569-6
Arthur Corrêa Araujo Figueiredo

Ou

Agência 0157 (Caixa Econômica Federal)
Operação 013 (Conta Poupança)
Número: 80442-4
Keler Cristina Corrêa Araujo Figueiredo

 

 

Notícia anterior

Campeonato Paulista de BMX avança e pilotos de Três Pontas comemoram pódios

Próxima notícia

Câmara aprova repasse de R$ 100 mil à Apae