OportunidadesPoliciais

Empresa Invicta inaugura unidade produtiva no Presídio de Pouso Alegre Os detentos vão fazer a montagem das peças plásticas; expectativa é de que sejam finalizadas 100 mil unidades mensalmente

Presídio de Pouso Alegre trabalham em linha de montagem da Invicta 1

Presos de Pouso Alegre trabalham na confecção de garrafas térmicas da empresa Invicta (Foto: Carlos Alberto – Imprensa MG)

Ao decidir comprar uma garrafa térmica, o consumidor talvez nem imagine como é o processo de produção desse utensílio. Muito menos que se poderia empregar mão de obra de presos para isso. Mas é assim que muitas garrafas térmicas da Invicta, empresa de grande porte do ramo, serão fabricadas a partir de agora. Nesta quarta-feira (15), o Presídio de Pouso Alegre inaugurou, em um espaço de 200 metros quadrados, o primeiro galpão de trabalho da empresa com essas características, que beneficiará 30 pessoas em cumprimento de pena.

Os detentos vão fazer a montagem das peças plásticas que compõem a estrutura externa da garrafa. Sete componentes serão montados e encaixados um a um manualmente até formar a tampa da garrafa térmica. A expectativa é de que sejam finalizadas 100 mil unidades mensalmente.

O Superintendente de Atendimento ao Preso, Helil Bruzadelli, ressaltou a importância da iniciativa. “Inauguramos neste Presídio mais uma grande oportunidade para que presos possam reestabelecer seu caminho. Dar oportunidade de trabalho para detentos é uma forma de humanizar o cumprimento de sua pena e ampliar as chances de sucesso no seu retorno à sociedade”.

O Diretor de Operações da Invicta, Jorge Ruiz, diz acreditar que num prazo de seis meses os presos já consigam atingir esta marca de produção. “Nesta fase de treinamento e aprendizado acredito que a produção será 30% menor, mas depois de um tempo esperamos atingir a produção de 100 mil peças em um mês”, estima Ruiz.

Para o Gerente de Operações da marca, Anderson Colombo, este é um momento importante para a empresa, que está em processo de expansão das suas unidades de fabricação e pretende se tornar uma multinacional. “Acreditamos no trabalho de responsabilidade social. Esta é uma das preocupações da Invicta. Esta parceria beneficia não só a empresa, mas principalmente os presos, que terão uma oportunidade de trabalho remunerado”, diz Colombo.

Os representantes da empresa acreditam que a parceria tem tudo para dar certo e pretendem futuramente trazer mais peças para serem montadas no Presídio de Pouso Alegre.

(Agência Minas)

 

Notícia anterior

Perdões - Morre uma das vítimas da explosão ocorrida em tanque de caminhão

Próxima notícia

Associação Comercial propõe união para o combate à criminalidade