Aqui Notícias de Três Pontas e regiãoRegionais

Febre amarela: Prefeitura de Coqueiral confirma 1º óbito causado pela doença na cidade Em Três Pontas, vacinação atinge 99,12% da meta estabelecida pelo MS

Jessica Mesquita Silva

A Prefeitura de Coqueiral (MG) confirmou, na tarde de ontem (13), o primeiro caso de morte por Febre Amarela no município. A informação foi divulgada nas redes sociais da instituição e teve o intuito de alertar a população.

Em nota, a Prefeitura enfatizou a importância de adotar medidas preventivas contra o mosquito Aedes Aegypti – transmissor da doença. Entre as sugestões dadas estavam: evitar o acúmulo de água parada; utilizar repelente; instalar telas e protetores nas janelas e vãos de residências e VACINAÇÃO. (Confira nota na íntegra)

Divulgação em rede social teve o objetivo de alertar a população sobre os riscos e sobre a importância de ações preventivas

Intensificando ações

Amanhã (15) e sexta-feira (16), agentes de endemias promoverão campanha contra o Aedes Aegypti nas escolas municipais e estaduais de Coqueiral. Na oportunidade, os agentes irão verificar cartões de vacina e falar sobre a doença. 

Outra medida adotada foi a ampliação no horário de atendimento dos Postos Municipais de Saúde.

De acordo com a técnica de Enfermagem Elaine Cristina Silva Araújo, a partir da próxima segunda-feira (19), os postos de Saúde ficarão abertos de 7 horas às 19 horas – sem intervalo para o almoço. “O objetivo é vacinar toda a população, portanto, o novo horário será mantido até alcançarmos a meta”, explicou.

Dados atuais

De acordo com boletim epidemiológico divulgado ontem (13) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, entre julho de 2017 até agora, foram confirmados 133 mortes por Febre Amarela. Com a morte em Coqueiral, o número subiu para 134.

Além desses, outros 20 óbitos estão sendo investigados e outros 232 casos de internação/alta confirmaram a doença.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais explica que os casos relatados são de Febre Amarela Silvestre, pois o local provável de infecção ainda permanece em investigação.

Três Pontas

Assim que os primeiros casos e suspeitas de Febre Amarela na região do Sul de Minas Gerais surgiram, o SintonizeAqui conversou com Lara Miranda Silva, enfermeira do setor de Vigilância Epidemiológica de Três Pontas, à época, Lara Silva abordou a importância da vacina. (Confira aqui).

Meta de vacinação alcançada

Três Pontas foi uma das cidades do Sul de Minas Gerais que alcançou a meta de cobertura vacinal estabelecida pelo Ministério da Saúde. O município bateu os 99,12%.

Segundo a enfermeira Lara Silva, a cobertura de vacinação de Três Pontas “está muito boa. O atendimento nos postos de saúde já está mais tranquilo.”

Outros 16 municípios cumpriram o estipulado pela Secretaria de Saúde. Foram eles: Serrania (95,13%), Itutinga (95,41%), Ibiraci (95,80%), Fortaleza de Minas (95,85%), Gonçalves (96,59%), Jacuí (96,88%), São Tomás de Aquino (98,92%), Guapé (99%), Ingaí (101,39%), Toledo (102,58%), Extrema (104,19%), Bom Jesus da Penha (104,59%), Santa Rita das Caldas (105,72%), Aguanil (110,24%), Delfinópolis (114,19%) e São João Batista do Glória (120,72%) – (Fonte: G1).

Os números acima de 100% indicam que o município vacinou os moradores e pessoas de outras localidades.

Notícia anterior

Fotógrafo Hecio Rafael traz hoje o Safári do Pedro

Próxima notícia

SOS Animais - Tá difícil resistir ao charme de dois irmãozinhos e eles esperam adoção responsável