Outros

Funcionários de empresa de Três Pontas se sensibilizam com história de catadora de materiais recicláveis e constroem carrinho

Colaboração Mariana Tiso

Catadores de materiais recicláveis são aqueles que, de sol a sol, buscam pelas ruas, latas de coleta, casas e comércios, materiais que ainda podem ser aproveitados, reformados ou reciclados industrialmente. A senhora Maria Mônica Madalena moradora do bairro Vila Marilena é catadora de materiais recicláveis em Três Pontas e diz já ter recebido muitas promessas de construção de um carrinho para recolher materiais recicláveis. A trabalhadora de 60 anos tem na venda dos materiais recicláveis uma ajuda em casa, mas nunca teve condições de comprar o carrinho para ajudar a carregar os materiais. E para não deixar de trabalhar, sempre buscou tudo nas costas e foi assim que um dia buscando alumínio na oficina mecânica “Zebrinha Pneus”, Maria Mônica Madalena chamou a atenção dos funcionários e donos.

Todos se mobilizaram para a construção do carrinho, e no tempo que sobrava entre um carro e outro, os funcionários trabalhavam na construção do carrinho usando materiais de sobra da própria oficina, procurando deixar o carrinho o mais leve possível. O carrinho tomou forma e para mantê-lo leve os funcionários precisavam de um par de rodas e pneus de pouco peso e como sempre, a união fez a força e foi no comércio da frente, “Moto Center Preparações” que veio a doação das rodas e pneus para o carrinho.

Dentro de algumas semanas estava pronto o prometido e na hora de buscar – alegre e animada para recolher ainda mais materiais -, Maria Mônica ganhou um guarda-sol para sua proteção que foi devidamente incrementado ao visual do mais novo carrinho de recolher recicláveis da cidade.

Segundo estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), existem no Brasil entre 400 mil e 600 mil catadores de materiais recicláveis. É muito importante que exista a colaboração de cada indivíduo em sua casa, começando pela nossa cidade com o cuidado na separação e limpeza dos materiais, assim como as empresas, direcionando o material adequadamente para estes trabalhadores. Essa atitude contribui não só para a diminuição dos resíduos descartados, como também com o aumento da geração de renda para esses trabalhadores e o imensurável benefício ambiental e social que esta atividade traz. Pensar no próximo é pensar no futuro. Sintonize nesta ideia.

Notícia anterior

Datafolha: 84% se dizem a favor da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos

Próxima notícia

Folias de Reis de Três Pontas e autoridades se esforçam para manter vivas a fé e a tradição