Educação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Governo de Minas Gerais entrega instrumentos musicais para banda de Três Pontas Parceria entre Secretaria de Estado de Cultura e Codemig beneficia 74 municípios. Em Três Pontas, Corporação Musical Luiz Antônio Ribeiro foi contemplada

O governador Fernando Pimentel entregou na sexta-feira (3), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, o segundo lote de um total de 448 instrumentos musicais destinados a 85 bandas de 74 municípios mineiros. Em Três Pontas, Território Sul, a Corporação Musical Luiz Antônio Ribeiro foi contemplada. 

Ao todo, foram distribuídos 265 instrumentos para 48 corporações musicais de 43 cidades, completando a entrega realizada, na última quinta-feira (2), em Barra Longa, Território Caparaó, de outros 183 instrumentos, para 37 corporações de 31 municípios.

Foram investidos R$ 1 milhão por meio de convênio entre a Secretaria de Estado de Cultura e a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais (Codemig). O governador Fernando Pimentel destacou a tradição do programa no estado. “Nós temos que fazer justiça e dizer que este é um programa já antigo em Minas Gerais. Eu me lembro do ex-governador Hélio Garcia, neste Palácio, fazendo entrega de instrumentos. É uma política pública adequada, bem orientada, que vem sendo mantida por sucessivos governadores ao longo da história. É por isso que as bandas de música se mantêm, se sustentam. O governo do Estado está dando apoio a elas ainda que de forma singela, mas é uma forma importante”, afirmou. “A coisa mais difícil para a banda de música, às vezes, é justamente a aquisição de instrumentos. Custam caro, não são fáceis de adquirir. Pode parecer um apoio pequeno, mas na verdade é um apoio muito importante”, acrescentou.

Para o secretário de Governo, Odair Cunha, a entrega representa um incentivo à cultura e, principalmente, às bandas. “Essa seleção pública buscou valorizar as nossas bandas. Principalmente porque elas fazem parte de nossa tradição e cultura. Minas é o estado brasileiro que abriga o maior número de bandas de música. Desta forma, é importante destacar que o edital atendeu os 17 Territórios de Desenvolvimento dos Fóruns Regionais de Governo, estimulando ainda mais a produção cultural mineira em todo o estado”, afirmou.

Pimentel ressaltou que o investimento do Estado em bandas musicais valoriza a cultura mineira. Hoje, são 691 registradas em Minas Gerais. “A alegria de dar esse apoio é que, na verdade, nós estamos incentivando a boa cultura mineira. Minas Gerais é um Estado de uma tradição musical muito forte e é nas bandas de música do interior do Estado que surgem os nossos melhores instrumentistas, os nossos melhores músicos e muitos compositores também”, disse.

Dentre os instrumentos entregues na cerimônia desta sexta-feira, estão trompas, clarinetes, flautas, saxofones, trompetes, trombones, bombardinos, bombardões, pratos, surdos e bumbos. A ação se refere ao Edital de 2015 do Programa Bandas de Minas.

Patrimônio

Corporação Musical Luiz Antônio Ribeiro, de Três Pontas, agraciada pelo Programa “Bandas de Minas” (Foto: arquivo)

Contam-se mais de 30 mil músicos no Estado, de todas as idades e procedências, preservando a tradição de abrilhantar as comemorações cívicas e religiosas das cidades mineiras, além da música popular brasileira.

“As bandas de música são a tradução sonora da mineiridade e representam o que há de mais autêntico da cultura mineira. Elas estão por toda parte. Por isso, trabalhar com as bandas de música é valorizar não só a cultura mineira em lato sensu mas, também, a vida comunitária e cultural de todas as nossas cidades. É muito importante valorizar nossas bandas, esse é um dos programas mais antigos e mais valiosos da Secretaria de Cultura pelo alcance que ele tem”, afirmou o secretário de Estado de Cultura, Ângelo Oswaldo, em entrevista coletiva.

As atividades das bandas de música e sua ação cultural beneficiam diretamente cerca de 100 mil pessoas em centenas de municípios. De modo popular e espontâneo, em torno dessas corporações se organizam verdadeiras escolas de música, onde comunidades e famílias inteiras têm a oportunidade de exercitar talentos e descobrir vocações artísticas transmitidas há gerações.

Participaram ainda da solenidade o presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Adalclever Lopes, o ouvidor-geral do Estado, Wadson Ribeiro, além de deputados estaduais, prefeitos e vereadores, entre outras lideranças.

(Assessoria de Comunicação – Governo de Minas Gerais) 

Notícia anterior

Daniel Saboya agita Varginha

Próxima notícia

Farmácias de Plantão em Três Pontas