Outros

Os 4 passos para montar um JARDIM VERTICAL

Por Sávio Martins

Usar nossa criatividade, além de estimular o cérebro, faz bem ao ser humano gerando uma grande satisfação pessoal.

Para criar um projeto próprio de um jardim vertical, dependendo das proporções, basta ter boa vontade e seguir alguns passos simples para não errar.

Principais objetivos em ter um jardim vertical

  • Conectar as pessoas à natureza de maneira prática, simples e direta, proporcionando e despertando o carinho, cuidados e prazer em viver. Desfrutar e criar interação com a NATUREZA.
  • Proporcionar bem-estar nos ambientes, deixando-os mais naturais e consequentemente mais agradáveis.
  • Jardins verticais são um marco para o ambiente em que são instalados, causando uma boa imagem para o espaço, nas pessoas, colaboradores e clientes que ali frequentam.

Abaixo relacionamos benefícios das plantas naturais nos ambientes

  • Influenciam positivamente no humor.
  • Filtram o ar.
  • Aumentam a umidade do ar.
  • Reduzem o estresse.
  • Aumentam a produtividade.

Jardim vertical sendo formado e já é possível perceber a valorização do espaço

O que é necessário para implantar um jardim vertical com plantas naturais em áreas internas ou externas?

1- Escolha do espaço

Seu jardim vertical poderá ser em apartamento, casa, empresa – enfim, em lugares onde possa haver cuidados frequentes com as plantas.

  • Residenciais: poderá ser na varanda, na sala, na área de serviço, área de lazer, ao lado da piscina, em banheiros maiores, em corredores – entre outros lugares.
  • Ambientes comerciais: fachadas, em salas, salões, entradas, banheiros, corredores – entre outros.

2- Materiais 

2.1) Fixação ou pano de fundo: normalmente depende do tipo de vaso a ser utilizado. Veja as maneiras mais comuns de fixar seu jardim vertical.

  • Vaso com parafuso e bucha na parede.
  • Pallets de madeira.
  • Ripas envernizadas ou eucalipto tratado.
  • Metalon pintado com tinta anticorrosiva.
  • Tela fixada na parede.
  • Treliças de diversos tipos de materiais (madeira, metal, taquara).
  • Porcelanato tipo madeira assentado servindo de base (o porcelanato é totalmente impermeável e protege a parede).

2.2) Vasos ou módulos: podem ser de diversos tipos de materiais, como PVC, plástico, concreto, fibra de coco ou madeira.

2.3) Substrato para plantio: indicamos o substrato Biomix, pois é inerte a pragas e doenças e deixará sua planta linda e saudável.

2.4) Adubação de plantio: indicamos adubos de liberação lenta, que farão efeito durante meses em seu jardim. Nós sempre utilizamos Basacot de 6 ou 9 meses, 20 gramas por planta.

2.5) Irrigação: para muitos, parece um “bicho de sete cabeças”, mas não é. Todo ser vivo precisa diariamente de água, com isso a irrigação deverá ser na dose certa, nem mais nem menos, cada espécie de planta tem uma exigência.

Temos profissionais para indicar e loja que vende o material a baixo custo! Dependendo do caso, você mesmo consegue instalar.

Opção 1: gotejadores com ‘timer’ onde a irrigação aciona sozinha.

Opção 2: gotejadores com acionamento manual onde a pessoa liga a torneira e deixa por um tempo determinado.

Custo da irrigação: vai depender do tamanho do jardim, e número de módulos, mas já vimos clientes que gastaram a partir de R$ 80,00 em pequenos jardins, R$ 800,00 em jardins médios e R$ 5.000,00 em grandes jardins. Tudo automatizado nos grandes jardins.

3- As plantas

Essa é a parte mais complexa quando não se tem informações ou instruções.

  • Necessidade de luz: você não pode colocar plantas de meia sombra junto com plantas de sol, pois elas têm exigência de luz diferente e uma delas com certeza será prejudicada e poderá morrer.
  • Necessidade de água: também não se pode misturar plantas muito exigentes em água com plantas de pouca água, pois a irrigação é homogênea e uma das plantas não aguentará a falta ou o excesso de água.

Espécies mais utilizadas

  • Plantas para locais com sol pleno: Barba-de-serpente/ Colar-de-pérolas/ Flor-canhota/ Hera-inglesa/ Jiboia/ Lambari-roxo/ Russélia/ Trapoeraba-roxa/ Aspargo-rabo-de-gato/ Aspargo/ Liríope/ Tilândsia/ SunPatiens.
  • Plantas para locais semi-sombreados (internos ou externos): Barba-de-serpente/ Jiboia/ Samambaias/ Aspargo/ Antúrio/ Columéia/ Véu-de-noiva/ Ripsális/ Flor-batom/ Liríope/ Vriésia/ Flor-de-maio/ Rabo-de-burro/ Rabo-de-gato/ Singônio/ Babosa-de-pau/ Chifre-de-veado/ Guzmania/ Falenópsis/ Asplênio.

Várias espécies ficam lindas em jardins verticais; basta escolher as que melhor se adaptam às condições do ambiente…

4- Manutenção

4.1) Adubação: é simples, com pequenas dosagens que poderão ser divididas em 4 aplicações anuais.

O adubo: os mais indicados são os de liberação controlada, pois não se corre risco de queimar ou matar a planta em caso de se errar na dosagem. Indicamos a linha de alta tecnologia Basacote, que contém macro e micro nutrientes que são liberados de acordo com as necessidades de cada planta.

4.2) Água: irrigação periódica conforme explicado acima, de acordo com cada espécie.

4.3) Reposição: cada planta possui um tempo de vida. Ao escolher suas mudas, verifique se elas são de uma planta anual ou perene, pois a anual necessitará de reposição e a perene não possui “tempo de validade”, dependerá das condições.

Observações

  • Uma pessoa ‘expert’ em montagens de jardins verticais visita a casa do cliente de 3 a 4 vezes em um dia para medir a luz e insolação no ambiente a ser instalado. Esse fator definirá quais espécies poderão ser utilizadas.
  • O perfil da pessoa é muito importante na decisão do jardim vertical. Não existem plantas vivas que não exigem cuidados, manutenção e carinho do dono. Se você é uma pessoa de extrema exigência, contrate um profissional para lhe entregar pronto; isso lhe evitará trabalhos ou desgastes.

Indicador comercial/profissional

  • Profissional que instala irrigação para jardins de todos os tipos: Guilherme Morais:  9 9766-5561
  • Venda de todas as peças para irrigação: Clube da Casa Nova Era (35) 3265-9300.
  • Adubos, vasos e floreiras e plantas em geral: Compre Plantas (35) 3265-2031 ou 9 9899-2400.

Notícia anterior

Sobras de aproximadamente 11 milhões de reais são destaque em assembleia realizada pela Cocatrel

Próxima notícia

A água é um bem inesgotável?