DestaquesEducação, Cultura e Lazer em Três PontasTopo

Professora de Três Pontas acerta em cheio ao trabalhar em aula solidária tema da Redação do Enem 2018

Arlene Brito

Milhares de estudantes de todo o Brasil participaram ontem (4) da primeira fase do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Eles responderam a 45 questões relacionadas à Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e a outras 45 perguntas sobre Ciências Humanas. A Redação, que também fez parte do desafio, é para muitos o mais assustador do processo: o assunto é revelado no momento da prova, além disso o candidato tem que seguir um modelo específico, estruturar as ideias, rascunhar e passar a limpo na folha resposta – tudo isso em apenas uma hora. Neste ano, o tema foi “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

Estudantes se preparam para o Enem em Três Pontas

A professora Luana Barbosa e os 100 estudantes de Três Pontas que participaram da aula solidária

A professora de Língua Portuguesa, Luana Barbosa, acertou em cheio. “Foi o tema que eu apostava. É muito atual. Ele precisa ser refletido para que os usuários da internet saibam que os algoritmos fazem com que apareça, na nossa timeline, apenas assuntos que nos são agradáveis. Se não tomarmos cuidado, viveremos em bolhas sociais, com dificuldade de conviver com opiniões contrárias às nossas”, explica.

Segundo Luana, a redação é uma das provas mais importantes. Um dos motivos é que a nota é o primeiro critério de desempate em processos seletivos que usam a pontuação do Enem, como Sisu, ProUni e Fies. Então, visando que candidatos alcancem excelentes desempenhos, realiza disputado trabalho particular de preparação.

A vaga é sua!

Desta vez, Luana inovou. Ao criar o Projeto “A vaga é sua!”, ampliou a oportunidade de obter boas notas na redação do Enem 2018. A convocação para a Aula de Atualidades foi feita em rede social e despertou interesse de alunos de diversas escolas públicas e particulares de Três Pontas.

Na noite de quinta-feira (01), véspera do feriado nacional de Finados, a professora se deparou com o Auditório “Moacyr Pieve Miranda”, na sede da Associação Comercial e Agroindustrial (Acai-TP) lotado por 100 jovens. “Foi um sucesso! Existe na cidade uma juventude focada no estudo, focada no futuro, disposta a tirar nota 1000 na redação do Enem e que também possui consciência social”, observou.

Alimentos doados por alunos do enem

Provedor da Santa Casa, Michel Renan aplaude iniciativa da educadora Luana

A preocupação com o próximo à qual a professora se refere fez parte do projeto. Para participar do “aulão solidário”, cada estudante doou um quilo de alimento não perecível destinado à Santa Casa trespontana. O provedor, Michel Renan Simão Castro, agradeceu à Luana Barbosa pela iniciativa e aos alunos pelos muitos quilos de alimentos a serem servidos aos pacientes do Hospital. Aproveitou para desejar sorte aos jovens que no próximo domingo (11) enfrentarão mais uma maratona, serão 45 questões de Ciências da Natureza e 45 de Matemática.


Sintonize mais: Alunos Da Sala De Recursos Da Escola Tancredo Neves De Três Pontas Lançam O Livro “Nossas Histórias”


O tema da redação foi muito trabalhado nas aulas de Luana Barbosa. “Estou confiante no resultado dos meus alunos. Eu sofro junto, fico ansiosa, encaixo aluno até 22 horas, mas sempre vale a pena”, avalia. Na Aula de Atualidades, a professora leu, inclusive, a redação de uma participante. “Ela estava ótima e conseguia correlacionar bolhas sociais, algoritmos, pós-verdades e fake news. Pedi licença e li. Eu queria que todos vissem como juntar os conceitos. A aluna Sarah Bondi, além de deixar eu ler, deixou eu fotografar para passar para os colegas. Esse senso de coletividade faz toda diferença! Fico muito feliz de ter podido contribuir! Apostamos nesse tema! E eu dizia que se não caísse no Enem, cairia em algum outro concurso, pois é um tema que deve ser refletido na sociedade moderna”, completa a professora.

Sara fez questão de registrar o reconhecimento em rede social, escrevendo: “no dia de hoje já quero prestar meus sinceros agradecimentos à minha (maravilhosa) professora de redação, que não só me deu dados e informações cruciais para o desenvolvimento da redação como também acertou o tema que seria proposto. Sem você eu jamais teria a facilidade que tive em desenvolver a redação, gratidão sempre”.

 

 

Notícia anterior

Nota de Falecimento - Paulo Márcio, da Lagotela

Próxima notícia

Gosta de aventura? Então participe do 2º Encontro de Gaioleiros e Jipeiros de Três Pontas e ainda ajude a Vila dos Idosos