PoliciaisQualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Tenente Guimarães ministra palestra na Apae – compromisso é um dos primeiros externos depois que ele assumiu o comando do 2º Pelotão de PM de Três Pontas

Apae Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2

Palestra sobre álcool e outras drogas faz parte da programação da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla na Apae de Três Pontas

A reforma do Centro Cultural Milton Nascimento prevista para ter início no último dia 20 foi adiada. Sendo assim, não houve necessidade de mexer na programação elaborada pela Apae em comemoração à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla que neste ano traz o tema “Inclusão se conquista com autonomia”. Nesta segunda-feira (24), alunos e usuários estiveram no Centro Cultural, até às 14 horas, participando de atividade recreativa com sessão de cinema.

Amanhã, terça-feira (25), “Perigos do uso do álcool e drogas” será tema de palestra. Às 8 horas, o Tenente Sanges Marques Guimarães, iniciará a explanação na sede da entidade, no Bairro Catumbi. O assunto, ele sabe de cor. Em 2004, coube a Guimarães ficar à frente da implantação e desenvolvimento do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) na Cidade. Pelo Programa, até 2008, auxiliou na formação de aproximadamente 3.000 alunos trespontanos de escolas públicas.

A palestra será um dos primeiros trabalhos externos depois que o Policial assumiu o 2º Pelotão da 151ª Companhia de Polícia Militar de Três Pontas, no início do mês. A vinda agradou. “A segurança pública de Três Pontas e de Santana da Vargem ganha um importante reforço. Como a função é de gestão, o Guimarães se torna nosso braço direito, agrega valor à árdua, mas prazerosa missão de comandar essa Companhia”, comenta Tenente Bruno Neves Tavares.

Ainda de acordo com o Comandante da Companhia e do 1º Pelotão, um dos ganhos proporcionados à população será a oportunidade de ampliação das prioridades, tais como, projetos de prevenção do tipo Rede de Vizinhos Protegidos, além de maior possibilidade de inovações, como é o caso da já pensada Rede de Comerciantes Protegidos. Outra chance que a vinda do Tenente Guimarães oferece, conforme diz o Tenente Bruno, é a de colocar em prática a intensificação da atenção policial à região rural que tem sido alvo frequente da criminalidade. “É uma população que precisa da gente e que agora poderemos desenvolver um trabalho bem focado para reverter o aumento dos furtos. Aliás, já iniciamos esse trabalho preventivo em locais de maior necessidade”, completa o Comandante geral.

Tenente Guimarães assume comando do 2 pelotão de PM de Três Pontas 1

Guimarães retorna à Cidade como Tenente e Comandante do 2º Pelotão que tem Fração Destacada em Santana da Vargem

A trajetória do novo Subcomandante

Entre vindas e idas para Belo Horizonte, São Tomé das Letras e Lavras, Guimarães trabalhou em Três Pontas por mais de dez anos. Em 2011, concluiu o curso de Direito na Faculdade Três Pontas (Fateps). A graduação hoje é um dos requisitos no concurso para Formação de Oficiais. Aliás, ter nível superior de escolaridade já é exigência também no curso de Soldado, independentemente da área de atuação pretendida.

Em solo trespontano, um dos feitos de Guimarães foi o programa social denominado Novos Caminhos. Prevenção às drogas e à violência, combate ao envolvimento com a criminalidade, disciplina e lições de cidadania foram propagadas a crianças e jovens carentes do Município através da introdução gratuita às artes marciais. O projeto era desenvolvido em parceria com academias de ginástica.

Em julho de 2014, o Sargento voltou à Capital Mineira e um ano depois concluiu a formação acadêmica no sistema de educação da Polícia Militar de Minas Gerais, sendo classificado para a região de Lavras. Depois de estágio em Varginha, o Comando da 6ª Região optou por enviar Guimarães, agora Tenente, de novo para a Terra da qual o lavrense se tornou filho de fato e de direito, já que recebeu em 2008 da Câmara Municipal de Três Pontas o Título de Cidadania Honorária. “Estou retornando para casa. Aprendi a tomar café, aprendi a ouvir Milton Nascimento. Criei aqui laços de amizade e profissionais. Conhecer as características do local facilita bastante o nosso trabalho”, revelou. Sobre as referências, Três Pontas é mundialmente conhecida pela cultura cafeeira e por daqui “Bituca” ter saído para ganhar fama internacional de cantor e compositor.

Tenente Guimarães assume 2 Pelotão de PM de Três Pontas 3

“Para minimizar os problemas todos têm que se envolver” (Tenente Guimarães – Foto: arquivo pessoal)

Embora tenha intimidade com o Município, o Comandante do 2º Pelotão afirma que existem desafios a serem vencidos na nova missão. Tenente Guimarães explica que é fundamental conhecer o dia a dia administrativo da Companhia para criar subsídios que reflitam de forma positiva nos policiais que estão na rua. Gestão de recursos humanos, logística e atendimento às diretrizes que são passadas pelo Comandante da Companhia, Tenente Bruno, fazem parte do novo aprendizado.

Aos 35 anos, ao subir mais um degrau na carreira, Tenente Guimarães reforça a meta de continuar contribuindo para que haja qualidade de vida no Município. Para atender à proposta acredita que pode contar com a colaboração dos colegas militares; de entidades, tais como, o Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep Travessia) e da própria comunidade. Na opinião do Tenente, não se consegue fazer segurança pública de forma isolada e, sim, em conjunto, compartilhando responsabilidades. “Para minimizar os problemas todos têm que se envolver”, analisa.

A vida militar é uma vocação de família. O pai e um irmão foram exemplos para Guimarães que, desde pequeno, também sonhava com a farda e com os distintivos. O crescimento profissional oportunizado pela Polícia mineira é aproveitado pelo Tenente. Estudos e dedicação levaram à ascensão que, segundo ele, chegou em momento certo, considerando a experiência prática que acumula.  “Agora é aparar as arestas para poder, juntamente com o Comando, desenvolver um bom trabalho na Cidade. Estamos de portas abertas para receber o cidadão para conversar, trocar ideias, buscar soluções para os problemas do Município. Estamos à disposição de todos os cidadãos trespontanos e vargenses”, encerra o novo Tenente.

Notícia anterior

Há Vagas Em Três Pontas

Próxima notícia

Filha Ilustre – dona Clemência chega aos 109 anos esbanjando vitalidade