Qualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Apae de Três Pontas investe em acervo bibliográfico visando qualificar ainda mais os serviços oferecidos às pessoas com deficiência física, intelectual e autismo 

Qualificar ainda mais os serviços oferecidos às pessoas com deficiência física, intelectual e autismo. Foi com este objetivo que a Apae de Três Pontas fez um novo investimento: adquiriu um amplo acervo bibliográfico, das mais diversas especialidades terapêuticas. Os livros chegaram ontem (20) e foram recebidos com muita alegria pela equipe do Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual CER II.

Este é mais um ganho para o município e microrregião de Saúde, comemora a instituição, destacando que além de Três Pontas, o CER II atende totalmente de graça usuários das cidades de Santana da Vargem, Coqueiral, Boa Esperança e Ilicínea, abrangendo uma população de cerca de 126 mil habitantes. As despesas são custeadas pelo Ministério da Saúde e pela Apae.

Os profissionais, que já são altamente qualificados, passam a contar com o acervo como mais um recurso no desafio diário de prestar um serviço de excelência, conforme anuncia a Apae trespontana.

Acervo bibliográfico sobre diversas especialidades terapêuticas adquirido pelo CER II – Apae de Três Pontas (Foto: Apae TP)

No CER II, cujos atendimentos começaram em julho do ano passado, médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, assistente social e pedagogo atendem a pessoas de todas as faixas etárias com deficiência intelectual/autismo e deficiência física com alterações neurológicas que incluem doença de Parkinson, Alzheimer e sequelas do Acidente Vascular Cerebral (AVC), além de amputações que demandam a prescrição de Órteses, Próteses e Meios de Mobilidade (OPM’s). Segundo a superintendente do Centro, Maria Rozilda Gama Reis, a equipe avalia cada um dos casos e planeja todo o processo de reabilitação.

Transporte

Em fevereiro, o CER II da Apae de Três Pontas festejou a primeira grande conquista do ano ao receber do Ministério da Saúde um furgão adaptado para transporte dos usuários de baixa renda e com patologias graves que são selecionados pela Assistente Social da instituição.

Outros dois momentos especiais registrados no mesmo mês foram as primeiras entregas de muletas, andadores e cadeiras de banho para os usuários que fazem a reabilitação física no Centro e ainda da primeira prótese.

Com um trabalho à base do amor, do respeito, da ética, da responsabilidade, do conhecimento e com a busca permanente por parcerias e novos recursos, o CER II – Apae de Três Pontas se estrutura e gera resultados cada vez mais satisfatórios quando o assunto é desenvolvimento ou ampliação da capacidade e do desempenho dos pacientes, inclusive na obtenção parcial ou total da autonomia.


Sintonize mais: Relembre a conquista do CER II – Apae de Três Pontas


Notícia anterior

Trespontanos sobem ao pódio em abertura do Campeonato Paulista de BMX

Próxima notícia

Sobras de aproximadamente 11 milhões de reais são destaque em assembleia realizada pela Cocatrel