Política em Três Pontas

Câmara de Três Pontas aprova recursos para recapeamento no município e reforma em campo no Quilombo Nossa Senhora do Rosário

A preocupação dos parlamentares da Câmara de Três Pontas tem sido, sem dúvidas, o bem estar da população, não só no aspecto da mobilidade, como também no atendimento à saúde. Estes dois temas foram tratados com profundidade na sessão desta segunda-feira, dia 25.

Dos projetos na pauta do dia, um deles liberou recursos na ordem de R$ 725 mil para recapeamento na cidade, viabilizando a compra de massa asfáltica para a Secretaria de Obras, através do Projeto de Lei nº 011 que foi aprovado em votação.

Também passou pelo crivo do Plenário o Projeto de Lei nº 025, que incorpora  ao perímetro urbano uma área de 14,34,43 hectares, localizada na região sul do município, visando expansão urbana, ou seja, a criação de novo loteamento.

Por último, os legisladores aprovaram o Projeto de Lei nº 029, que entrou na ordem do dia através de pedido do vereador e vice-presidente da Mesa, Antônio “do Lázaro”. Na proposta, o município dará uma contrapartida e por meio de recursos já definidos, haverá a reforma do campo de futebol do distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário, atendendo solicitação antiga dos moradores daquela comunidade rural.

Contudo, antes mesmo da votação destas proposituras aprovadas, a preocupação dos vereadores se voltou para o atendimento insuficiente no Pronto Atendimento Municipal – PAM. Quem iniciou as lamentações foi o vereador Luiz Flávio Floriano. Ele argumentou ter recebido reclamações constantes de mau atendimento nesta unidade de saúde, não só de alguns profissionais de Enfermagem, quanto de alguns médicos. Ao mesmo tempo, elogiou local onde a prestação de serviço e a educação no acolhimento ao paciente caminham juntos: Posto Padre Victor. “Flavão” deixou claro que não são todos os profissionais do PAM, mas pediu que a Secretaria de Saúde verifique esta situação, já que as pessoas procuram atendimento porque estão doentes e precisam de atenção e carinho.

Outro que saiu em defesa do povo foi Geraldo Prado, “Coelho do Bar”, endossando as palavras de “Flavão”. Ele também ponderou sobre a rotina carregada dos médicos que chegam a trabalhar 12 horas por dia. Falou ainda da dificuldade em se contratar médicos para Três Pontas, uma dura realidade não só aqui, mas em outras cidades do Brasil. “Coelho” completou afirmando que o local é pronto atendimento e não para consulta e para isto existem os postos de saúde, mas completou dizendo que deseja que a população seja bem tratada.

Na foto, os vereadores Coelho do Bar, Robertinho e Popó

Na mesma linha de raciocínio, veio o vereador Sérgio Silva, esclarecendo que a situação no PAM fica pior nos horários de pico, que coincide com a demorada troca de plantão dos médicos. Sérgio lembrou ainda que hoje a demanda de atendimento aumentou muito com a preocupação com a Dengue na cidade. Ele pediu ofício à Secretaria de Saúde para que informe aos vereadores os motivos da lentidão na troca de plantão – problema que se arrasta há anos.

Outro tema tratado pelo vereador foi o pedido de “Coelho do Bar” feito ao prefeito: informações sobre todos os abastecimentos da frota municipal, bem como peças repostas nos últimos 5 meses e locais de abastecimento. Sérgio questionou sobre a desativação do posto de combustíveis do Almoxarifado e desejou que volte a funcionar naquele local.

Já a secretária da Mesa, vereadora Marlene Lima, aproveitou para agradecer a todos que compareceram e colaboraram com os eventos da semana da mulher, denominados “Elas em Movimento”, realizados na Câmara e promovidos pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, do qual é presidente. A vereadora agradeceu vereadores e servidores da Câmara pela presteza no evento.

Marlene também solicitou ofício à Secretaria de Obras para limpeza de terrenos em várias ruas da cidade, dentre elas Nossa Senhora d’Ajuda, Vereador Abel Alves e no entorno do Aeroporto, onde há grande circulação de pessoas, vindas principalmente do Bairro Santana.

O mesmo tema foi tratado pelo vereador Roberto Donizetti Cardoso, chamando a atenção para lotes sujos no Bairro Philadélphia. “Robertinho” pediu à Prefeitura que aproveite agora que as chuvas pararam, para arrumar as estradas rurais, já que estão sem condições de tráfego.

(Fonte/Foto: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Três Pontas)

Notícia anterior

FECOM traz novidades e ofertas para produtores rurais, além de atrações para toda a família, para a comunidade

Próxima notícia

Deputado "Caixa" visita Três Pontas e "traz" mais de R$ 1,6 milhão para a cidade