Política em Três Pontas

Câmara – Moção de repúdio é aprovada contra decisão do Governo de Minas frente à pandemia

Com apenas uma proposta na pauta de votação da noite, os vereadores realizaram mais uma reunião fechada ao público na segunda-feira (4). Também aprovaram por unanimidade a única proposição a ser deliberada. Trata-se da Moção nº 001, de 8 de abril de 2020, de iniciativa do vereador Erik dos Reis Roberto. A proposta traz na mensagem votos de protesto e repúdio referente a não prorrogação dos impostos e taxas devidos ao Estado em razão da pandemia ‘Covid-19’. A proposição manifesta “extrema preocupação dos vereadores de Três Pontas” com a situação enfrentada pelos brasileiros em razão da pandemia, que decretou o isolamento social e fez com que muitos não tenham renda suficiente para as devidas quitações.

Vereador Erik Roberto (na tribuna) é autor da Moção de Repúdio ao Governo de Minas (Foto: arquivo CMTP)

Antônio “do Lázaro”

Com pauta bem enxuta, a sessão começou pelo Pequeno Expediente, quando o vereador e vice-presidente da Câmara, Antônio “do Lázaro” informou que finalmente recebeu correspondência sobre a liberação para instalação de uma antena de telefonia fixa no Quilombo Nossa Senhora do Rosário, sonho antigo dos moradores.

O vereador pediu Ofício novamente à Polícia Militar para que dê atenção especial ao Distrito e também ao Pontalete, justificando que principalmente nos finais de semana, som alto e uso de drogas, tiram o sossego dos moradores. Ainda conforme expôs o legislador, as comunidades  reclamam constantemente da situação e “ninguém toma providências”.

Marlene Lima

A mesma linha seguiu a secretária da Mesa Diretora, Marlene Lima, reforçando a reclamação por parte de moradores quanto a esses problemas nas duas localidades. A vereadora pediu que o Ofício contenha também seu nome.

Marlene Lima solicitou também, Ofício ao Executivo para providências quanto à Rua XV de Novembro, informando que água está escorrendo com mau cheiro. Ela indagou ainda sobre a atuação dos chamados “laranjinhas” dentro de um supermercado em Três Pontas, alertando que a função desses colaboradores contratados pelo Município é externa.

“Coelho do Bar”

Já o vereador “Coelho do Bar” aproveitou seu tempo para agradecer ao prefeito Marcelo Chaves Garcia pelo serviço que iniciou no Bairro Santa Mônica, atendendo pedidos de moradores. Solicitou limpeza nos arredores do aeroporto, principalmente nos fundos das empresas que ficam na Avenida Ipiranga. Pediu que a Secretaria de Obras faça uma limpeza na Rua Pernambuco onde, destacou, há muita sujeira. Pediu Ofício ao Saae solicitando informações sobre pagamento de aluguel de “algum equipamento ou máquina”.

Benício Baldansi

Benício Baldansi usou a tribuna em nome dos moradores do Bairro Vila Rica e adjacências que cobram iluminação nos fundos do clube CCC. Ele também agradeceu a colocação de faixas elevadas de pedestres na Rua Barão da Boa Esperança.

“Flavão”

Outro que agradeceu as faixas elevadas foi “Flavão”, ressaltando que os cidadãos que tiverem reclamações devem procurar por seu vereador para que fiscalize e cobre pelos serviços.

Mais uma vez, o vereador pediu sinalização de rua para o Cidade Jardim e troca de lâmpadas queimadas na comunidade.

Sede do Poder Legislativo, no Centro de Três Pontas

Roberto Cardoso

O vereador Roberto Cardoso falou sobre a realização do carnaval em Três Pontas, quando segundo ele, a Prefeitura repassou R$ 190 mil à Associação Comercial e pediu que seja feito Ofício solicitando cópia do empenho e do cheque. “Robertinho” afirma que solicitou também a cópia do estatuto da Associação Comercial, mas foi negado pela entidade. Ele afirma que seu objetivo é apenas fiscalizar e por isso pede os documentos.

O vereador ainda cobrou serviço “mal terminado no Bairro Cidade Jardim”, próximo à Rua Bonfim, onde entulho foi amontoado sobre a calçada e até na segunda-feira não havia sido retirado.

Sérgio Silva

Sérgio Silva voltou a falar sobre as aglomerações ocorridas na “Cocada”. Segundo o vereador, no fim de semana uma operação foi montada para evitar o acesso de pessoas ao local. Ele agradeceu a parceria entre PM e Vigilância Sanitária.

Comentou também que o trabalho dos “laranjinhas” é externo, na porta dos estabelecimentos e não interno. Sérgio aproveitou para elogiar a atuação desse grupo criado como uma das ações de prevenção à disseminação do novo Coronavírus. 

Erik Roberto

Em seguida, o vereador Erik Roberto reclamou do aumento das contas de energia elétrica, argumentando que as pessoas ficam preocupadas com aquilo que o presidente Bolsonaro fala e se esquecem de coisas mais importantes, como lutar para a diminuição dos valores destas contas. Erik também falou sobre sua decepção com o Governo de Minas e a forma como concedeu reajuste salarial diferenciado para os servidores do estado.

Maycon Machado

Quem finalizou as explanações na tribuna foi o presidente Maycon Machado, parabenizando todos os trabalhadores pelo Dia do Trabalho, celebrado em 1º de maio.

Maycon cobrou planejamento do Executivo para o ordenamento de alguns serviços no município e que haja um estudo para aproveitamento de pontos ociosos na cidade e que isso tudo deve ser voltado à preservação da vida.

Ele cobrou limpeza nos bairros Vivendas do Bosque e Santa Teresa I e II.

(Com informações da Assessoria de Imprensa da CMTP)

Notícia anterior

Produtores do Sul de Minas agradecem retomada dos cursos do Sistema Faemg/Senar Minas

Próxima notícia

Eleições 2020 – Termina hoje prazo para eleitores fazerem o primeiro título, transferência e regularização